Relaxamento capilar é uma boa opção para seus cabelos cacheados?

Descubra como funciona o relaxamento capilar e veja se o procedimento é recomendado para o seu tipo de cabelo.

Se os seus cabelos crespos estão difíceis de domar e você não curte o volumão, provavelmente já ouviu falar do relaxamento capilar como uma “solução” para o que você considera um problema, seja por recomendação de uma amiga, em sites, revistas ou no salão de beleza.

Mas você sabe mesmo como funciona o tratamento? Será que ela é uma boa alternativa para o seu caso? Conversamos com a hairstylist Eliane Pavini, do salão Shampoo Intercoiffure, em Ribeirão Preto (SP), para descobrir tudo sobre o assunto e contar para você.

Afinal, o que é relaxamento capilar?

“É uma técnica usada para reduzir o volume e deixar os cachos mais definidos”, resume Eliane. Com a aplicação de produtos químicos específicos, o procedimento altera a estrutura capilar, deixando a haste do cabelo mais maleável. Assim, fica mais fácil manter o volume excessivo sob controle.

Há quem confunda relaxamento com alisamento, mas não é bem assim. O objetivo do relaxamento não é deixar os fios completamente lisos. “Essa técnica serve apenas para reduzir o volume sem resultar na perda dos cachos”, diz a especialista. “A vantagem é que você pode usar seu cabelo natural, sem perder a originalidade: ele fica macio e fácil de pentear”, completa.

Alerta: escolha o salão com cuidado, garota!

Se você optou mesmo por fazer um relaxamento, nada de entrar no primeiro salão de beleza que vê pela frente ou de escolher o mais barato.

“Os cuidados começam na hora de escolher um bom profissional, que saiba indicar a melhor técnica para a cliente”, recomenda Pavini. A orientação é procurar informações sobre o cabeleireiro, para saber se ele realmente tem conhecimento suficiente para fazer o diagnóstico e, claro, o procedimento. Vale conversar com o expert, com outros clientes, procurar avaliações na internet… Enfim, pesquisar bastante.

Ao escolher o salão e o profissional, pergunte a ele tudo sobre a técnica, sobre o produto e veja se essa é mesmo a solução mais recomendada para o seu tipo de cabelo.

Relaxamento em casa? Não arrisque!

Algumas perfumarias vendem cosméticos para fazer o relaxamento em casa, sem a ajuda de um especialista, mas essa não é uma atitude recomendada.

Em casa você não tem acesso aos melhores produtos nem ao conhecimento técnico necessário. Por isso, é importante fazer o procedimento com um profissional.

“Ainda existe o risco de um corte químico, ou seja, quando acontece uma desestruturação da fibra capilar, que faz com que os cabelos quebrem e caiam. Além disso, o processo pode dar errado: os fios podem ficar muito lisos ou não relaxados o suficiente. Portanto, o ideal é que a técnica seja realizada em um bom salão, com um cabeleireiro de confiança”, ressalta Pavini.

Para prolongar o efeito

O relaxamento é um procedimento químico, que altera a forma natural do cabelo, o que não deixa de ser uma agressão ao fio. Portanto, é fundamental criar uma rotina de cuidados caprichada em casa, com hidratações frequentes.

“Faça o tratamento uma vez por semana ou pelo menos a cada quinze dias”, recomenda a especialista. Para ela, é importante ouvir as dicas do profissional que realizou o procedimento, ele vai ensinar a tratar o seu cabelo, manter a saúde e prolongar a duração do relaxamento. Em média, os fios costumam começar a retornar ao formato original em dois meses. Então, é necessário fazer o retoque.

Sugestões de produtos: Procure usar produtos que sejam específicos para cabelos que receberam química, como o Shampoo TRESemmé Selagem Capilar Crespo Química e o Condicionador TRESemmé Selagem Capilar Crespo Química. E Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition ajuda na reposição de nutrientes perdidos.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)