Cores para valorizar os fios cacheados

All Things Hair | 03 maio 2016

Cores para valorizar os fios cacheados: saiba quais são, como escolher as que melhor combina com o seu cabelo e estilo e garanta um look ainda mais bacana.

Uma dos principais benefícios dos cabelos crespos é a versatilidade: dá para usá-los de várias maneiras, abusando do volume ou mantendo-o sob controle, deixar os cachos dominarem a cena ou fazer uma escova, em ocasiões especiais, prender de várias maneiras… As opções são numerosas para variar o look, principalmente em relação às cores para valorizar os fios cacheados.

Há quem diga que quando o assunto é coloração eles ficam em desvantagem, porque são naturalmente mais ressecados que os lisos e, portanto, perdem o brilho. Mas não é bem assim. Se a tintura for feita da maneira certa, ela levanta o astral dos cachos e ilumina o rosto, deixando o cabelo mais brilhoso. Dê só uma olhada!

Como escolher as cores para valorizar os fios cacheados

A regra dos três tons

A primeira dica para quem tem cachos e quer investir em uma cor diferente é não fugir tanto do seu tom natural. Para não precisar de procedimentos tão agressivos, que podem danificar a saúde dos fios, você deve dar preferência a tintas ou tonalizantes que sejam, no máximo, três tons mais escuros ou três tons mais claros que o seu original. Apesar de parecer pouco, eles já fazem a maior diferença no visual.

Com a textura dos cachos, conforme o movimento, as cores ganham destaque, iluminando o visual. Outro benefício de seguir essa dica é que você pode prolongar o intervalo entre as colorações, já que demora mais para a raiz ficar aparente. Assim, você economiza e ainda mantém a saúde dos fios, que precisam se expor menos à química.

Dégradé

Outro recurso que faz sucesso entre as cacheadas é o dégradé, que intercala mechas, mais finas ou mais grossas, variando os tons entre escuros e claros. A dica é deixar a raiz mais escura, já que isso favorece o seu rosto. Quando a raiz fica muito clara, pode passar a impressão de palidez.

Os tons luminosos devem estar perto do rosto, formando uma discreta moldura. Mas o efeito precisa ser sutil. Tons muito marcados podem dar um resultado muito artificial. A distribuição da cor deve ter um efeito natural e harmoniosa.

E a mecha californiana?

A onda das mechas californianas, em que as pontas ficam marcadamente mais claras que a raiz, podem, sim, ser usadas em cabelos crespos. Elas até favorecem o visual, iluminando o rosto e os fios. No entanto, a dica é não exagerar na diferença do tom. As pontas devem ser ligeiramente mais claras que a raiz. Se a cor escolhida for muito clara, parece que os cabelos estão queimados, opacos e danificados. O segredo é a moderação.

Tudo de uma cor só

Se você não gosta de mechas e luzes e prefere pintar o cabelo inteiro em um tom único, escolha os escuros. Os cabelos cacheados têm vantagens nesse tipo de coloração porque as curvas e o volume não criam aquele indesejado efeito chapado. Os tons que mais valorizam os fios enrolados são o chocolate, o castanho e o acobreado.

No seu estilo

Além de seguir as dicas dos especialistas, é importante prestar atenção em um ponto: o seu gosto. Escolha uma cor com a qual você se sinta bem. Assim, fica mais fácil mantê-lo bonito e cheio de personalidade. Confie no seu gosto! Ah, e não se esqueça de reforçar os cuidados com os fios em casa: produtos específicos, filtro solar, protetor termoativado e hidratação são indispensáveis para cabelos crespos tingidos.

Dicas de produtos

Cabelos com química precisam de produtos específicos para eles. Experimente o Shampoo TRESemmé Blindagem Platinum e o Condicionador TRESemmé Blindagem Platinum que ajuda a reparar o cabelo danificado, devolvendo a vitalidade que foi perdida durante os processos químicos. E para uma hidratação potente, o Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition auxilia a repor os nutrientes que foram perdidos durante a coloração.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)