Rosa, roxo, azul… Cabelos cacheados coloridos de todos os tons estão em alta! Veja como aderir sem detonar os fios

Está na moda ter cabelos cacheados coloridos de azul, verde, roxo... Você também pode entrar na tendência. Inspire-se e veja os cuidados antes e depois.

Os cabelos cacheados coloridos estão cada vez mais em alta. E por “coloridos” aqui não estamos falando apenas dos castanhos, ruivos ou loiros.

Estamos falando também de roxo, azul, rosa, verde, vermelho e todas as outras cores que a imaginação permitir. A tendência surgiu em pontos espalhados, mas começou a ganhar corpo no bairro do Brooklyn, em Nova York, nos Estados Unidos. E, a partir daí, ganhou o mundo.

Cabelos cacheados coloridos: você também pode

Não é difícil ouvir meninas com fios crespos e cacheados dizendo que gostariam muito de aderir a tendências como essa, das cores ousadas, mas que não podem por conta da textura do cabelo.

Elas acham que o resultado não ficaria tão bacana ou que, por ter uma tendência ao ressecamento, os cabelos perderiam o brilho, o balanço e a definição dos cachos em contato com a química.

Nada disso! Todo mundo pode entrar nessa onda. Basta ter os cuidados certos, antes, durante e depois.

O que fazer antes da coloração

Calma aí! Não vá se empolgar com a ideia, entrar na primeira farmácia e se jogar nas cores. Para garantir a aderência dos pigmentos e a saúde dos fios, é preciso prepará-los para receberem a química antes, principalmente se os cabelos forem escuros. Eles provavelmente precisarão ser descoloridos antes, um procedimento um pouco agressivo, que precisa de precaução.

O primeiro passo deve ter início cerca de um ou dois meses antes da aplicação da tinta. Siga o cronograma capilar, um calendário com reestruturação, hidratação e nutrição dos fios. Isso vai deixá-los bonitos e resistentes, preparados para o processo.

No dia de fazer a coloração, faça antes uma umectação, que pode ser realizada com óleos vegetais. Aqui no site você aprende tudo sobre o procedimento na reportagem Como fazer umectação capilar, não deixe de ler!

Hora de escolher o tom

Todas as cores estão em alta. Basta ter estilo o suficiente para sustentar o look e arrasar por aí. Rosa, roxo, verde, azul e até os cachos multicores podem ser usados. Escolha a que mais combina com você e vá em frente!

O processo

Como esse tipo de coloração, em geral, precisa de uma descoloração prévia, o ideal é tingir os fios com um cabeleireiro de confiança. Se já tiver outros tipos de química nos cabelos, não se esqueça de avisá-lo.

Assim, o profissional pode escolher melhor os produtos que usará no seu caso, para não danificar os fios nem causar consequências graves, como o temido corte químico.

Peça para o expert realizar um teste em uma pequena mecha na nuca antes de aplicar o descolorante e a tinta no cabelo todo.

Pintou? Agora os cuidados devem ser redobrados

Já conseguiu seu tom favorito? É uma delícia mesmo sair do salão atraindo todos os olhares enquanto desfila pelas ruas. Mas, atenção! Para manter essa beleza toda e prolongar a duração da cor, é preciso reforçar a manutenção em casa.

Por trás de fios bonitos, definidos, com tons artificiais duradouros, há uma rotina repleta de hidratações, lavagens com produtos específicos para cabelos crespos e coloridos, nutrições, fitagens e uso de creme de pentear ou leave-in, protetor termo-ativado e filtro solar. Preencha seu arsenal em casa e não tenha preguiça de cuidar dos fios.

Sugestões de produtos: Para fazer a fitagem, você pode usar o Creme De Pentear TRESemmé Selagem Capilar Crespo Química, além de te ajudar a definir os cachos, ele facilita a reparar os danos causados pela química. Essa técnica pode ser feita com o Creme Leave-in Nexxus Emergencée também. E o Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition colabora com a reposição de nutrientes perdidos.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)