Descubra 6 técnicas de megahair e escolha seu tipo

Conquistar um cabelo incrível com fios longos e grossos pode levar anos. Para quem não tem tempo a perder, as técnicas de alongamento capilar fazem muito sucesso. Conheça 6 tipos de megahair e escolha o seu!

Democrático, o megahair transforma o visual e ainda aumenta instantaneamente a autoestima. As técnicas são variadas, bem diferentes entre si e cada uma possui um tipo de cuidado específico. Para facilitar a sua vida na hora de escolher o aplique, identificamos, com a ajuda da tricologista Sandra Perondi, coordenadora da Academia Brasileira de Tricologia, as vantagens e desvantagens dos tipos de extensões capilares.

 

Conheça 6 tipos de megahair e escolha o que mais combina com você:

 

1.Microlink

Neste tipo de megahair, os tufos de cabelo são presos com um anel de aço na região próxima à raiz. É ideal para fios ondulados ou cacheados, porque esses tipos de cabelo, por serem mais volumosos, “escondem” os anéis de aço.
Vantagem
A retirada do aplique é rápida e prática, uma vez que os fios estão presos em uma espécie de gancho.
Desvantagem
A manutenção deve ser frequente. Em média, a cada 20 dias, pois o aplique deve ser recolocada à medida que os fios crescem.

2. Extensão Adesiva

É um método fácil de ser colocado, que leva em média 30 minutos, e que não agride o couro cabeludo.
Vantagens
“É o método de megahair mais seguro para a saúde do couro cabeludo e para a haste capilar (a parte do fio que sai do couro cabeludo)”, explica Sandra. Isso porque o aplique é preso a mechas de cabelo não muito próximas ao couro cabeludo, e a tração diminui.
Desvantagens
É preciso ter cuidados especiais na hora de lavar. Por exemplo: você terá que usar uma escova especial para pentear esse tipo de fio e deverá ficar dois dias sem lavar a cabeça depois que colocar o aplique.

3. Cola de Queratina

É um dos métodos mais tradicionais e muito usado pelas famosas. Nele, os tufos de cabelo são presos no cabelo com cola de queratina (um dos componentes da fibra capilar) usando uma máquina que emite calor.
Vantagem
É o método mais fácil de encontrar em salões e de valor mais acessível.
Desvantagem
Causa uma leve tração dos fios e pode haver perda de haste na retirada. O uso da chapinha e secador estão proibidos, uma vez que são fontes de calor, o que pode derreter a cola. Ou seja, se você é adepta desses aparelhos, melhor recorrer a outra opção de aplique.

Modelo de costas com profissional aplicando megahair com cola de queratina
A técnica com cola de queratina é uma das mais populares

4. Nó Italiano

Nessa técnica, as mechas de cabelo são trançadas com fio látex bem próximas à raiz.
Vantagens
É possível usar chapinha e secador sem medo.
Desvantagens
O método é dolorido, por causa dos nós feitos muito próximos ao couro cabeludo. Além disso, há a possibilidade de acúmulo de resíduos e, consequentemente, a proliferação de fungos e bactérias, o que pode levar à queda de fios.

5. Tela

É a técnica perfeita para mulheres com cortes curtinhos, uma vez que o aplique é costurado em uma tela presa próxima ao couro cabeludo com uma agulha parecida com a de crochê.
Vantagens
O aplique fica bem disfarçado nos fios.
Desvantagens
É preciso fazer manutenção a cada seis semanas.

6. Aplique tic-tac

Tem medo dos danos que os apliques permanentes podem causar aos fios ou só deseja cabelos longos para uma ocasião especial? Então opte pela versão tic-tac, com presilhas que podem ser colocadas e tiradas a qualquer momento.
Vantagens
As mechas podem ser colocadas em casa e você tira quando quiser. Também não causa danos para o couro cabeludo.
Desvantagens
O visual pode ficar artificial. Por isso, é importante esconder bem as presilhas quando fizer penteados e escolher fios com textura e cor próximos aos seus.

 

Como cuidar do megahair

Quando pentear os fios, prefira escovas e pentes que não possuem bolinhas nas pontas, uma vez que elas podem puxar o aplique. Na hora de lavar, utilize shampoos e condicionadores específicos para fios com aplique, pois esse tipo de fio costuma ser muito oleoso na raiz e seco nas pontas. Também é importante dissolver o shampoo em água antes de aplicá-lo no couro cabeludo, porque isso evita que os resíduos se acumulem na região do aplique. Já para evitar que os fios embaracem durante o sono, faça uma trança antes de dormir.