Corte joãozinho: dicas de cuidado e manutenção

Amanda Luz | 21 abril 2016

Pensa em adotar o corte joãozinho? Antes de mudar radicalmente de visual, veja dicas de cuidado e manutenção para esse estilo de cabelo curto.

O corte joãozinho pode ser a opção certa para quem anda com vontade de abandonar o cabelão. Principalmente se o que você está procurando é algo moderno e fresquinho. Mas antes de partir para o cabeleireiro e encarar a tesoura, fique atenta a algumas dicas essenciais de cuidado e manutenção. Afinal, não é porque seus cabelos estão menores que eles não necessitam de grandes cuidados. Você sabia, por exemplo, que as visitas ao salão se tornam mais regulares? Entenda o porquê, além de descobrir dicas essenciais para seu novo cabelo.

Corte joãozinho para todas

Democrático, uma das grandes vantagens do corte joãozinho é que ele consegue combinar bem com todos os tipos de cabelo: do liso ao afro. Caracterizado pelos fios mais aparados nas laterais e nuca e volume maior no topo da cabeça, também é perfeito para todos os formatos de rosto, do quadrado ao redondo. Um dos estilos de corte joãozinho mais em alta hoje em dia é o corte pixie, também com a nuca batidinha, mas com franja mais alongada, geralmente penteada certinha para a lateral. Pura referência aos anos 1960!

Manutenção extensa

Se, por um lado, seus fios diminuem de tamanho, por outro, sua rotina de cuidados só tende a aumentar, especialmente no quesito manutenção do corte. O motivo é que os fios curtinhos exigem mais atenção – e visitas ao salão – do que aparentam. Aqui, nada do lema short hair, don’t care (cabelo curto, não ligo, em português): se, para cabelos médios e longos, o ideal é que se apare o comprimento a cada três meses, para cabelos curtos, essa recomendação passa a ser de cortar a cada mês ou um mês e meio, no máximo. Se esperar muito mais tempo do que isso, o risco é que seu visual fique logo com aparência de desleixado. E aqui, um detalhe importante: nada de tentar cortar as pontas em casa! É grande o risco de errar o comprimento, cortar mais do que o necessário e acabar deixando seu cabelo com um corte irregular.

Menos produto, mais styling

Mesmo com as visitas recorrentes ao salão, acredite: uma das grandes vantagens do corte joãozinho ainda é a praticidade. Obviamente por causa do comprimento menor, a economia de tempo durante a lavagem, além da própria quantidade de produtos utilizados, é bastante significativa. Isso sem mencionar o processo de secagem: aqui, bastam poucos minutos com secador para as mechas estarem totalmente prontas para serem estilizadas.

Como os fios estão curtos, é normal que você perceba um aumento da oleosidade. Por isso, se optar por lavar o cabelo todo dia, prefira shampoos hidratantes que, além de limpar o couro cabeludo, ajudam a manter as mechas mais saudáveis, já que não possuem um efeito tão abrasivo quanto dos shampoos de limpeza profunda. Se preferir lavar o cabelo em dias alternados, o shampoo seco promete ser outro grande aliado: ele ajuda a controlar a oleosidade e, de quebra, pode dar uma textura mais bagunçadinha aos fios. Não se esqueça de não aplicar condicionador da raiz dos cabelos: isso só vai deixá-la ainda mais oleosa! Nesse caso, use o produto apenas nas pontas.

O corte joãozinho também permite brincar mais com produto de styling. Os mais utilizados em fios curtinhos são pomada, cera e gel, que adicionam textura aos fios, deixando-os mais moderninhos. Só tome cuidado para não usar produto demais e acabar deixando o look com aparência pesada. De resto, sua imaginação é o limite para conquistar um penteado perfeito para seu estilo. Use-a sem moderação.

Dicas de produto: Shampoo Dove Hidratação IntensaCondicionador Seda Óleo HidrataçãoSpray Texturizador Tresemmé Expert Perfeitamente (Des)arrumado.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.