Bruno Dantte: “Quando uma cliente senta na minha cadeira, a história não é sobre o cabelo, é sobre a vida dela”

Tamires Crispim
×

O cabeleireiro especializado em cachos Bruno Dantte dá dicas e fala da emoção que sente ao trabalhar com a aceitação e autoestima das mulheres que assumem os fios naturais.

Alisar o cabelo já virou coisa do passado para muitas mulheres. Com um movimento que, nos últimos anos, começou a valorizar os fios cacheados, crespos e ondulados, muitas deixaram a química para começar a conviver com os cabelos naturais. Seja para buscar identidade ou recuperar a autoestima, é cada vez maior o número de meninas que decidem passar pela desafiadora transição capilar. É nesse cenário que o trabalho de profissionais como o cabeleireiro Bruno Dantte ganha importância.

Com uma experiência de 17 anos, Bruno Dantte é especializado em cabelos cacheados e é dono de um salão no Rio de Janeiro, o Bruno Dantte Conceito, dedicado ao tratamento de cabelos naturais. Com a agenda sempre cheia e inúmeros pedidos para atender em outros estados, ele cuida dos fios de muitas blogueiras e já é referência entre as meninas de cabelo cacheado.

O All Things Hair conversou com ele e conseguiu muitas dicas bacanas para esse tipo de cabelo. Acompanhe a entrevista completa abaixo!

ATH entrevista Bruno Dantte

Modelo de Bruno Dantte

All Things Hair: Há quanto tempo trabalha como cabeleireiro? De onde surgiu a vontade de se especializar em cabelos cacheados?

Bruno Dantte: Sou cabeleireiro há 17 anos e, como venho de uma família de cabeleireiros, foi natural para mim. No início trabalhava da forma tradicional, fazendo alisamentos e escovas, mas nunca gostei muito. Há uns 8 anos eu conheci a técnica de cabelos naturais e achei muito bacana, gostei e acreditei no conceito e comecei a me especializar. No Brasil não há formação para isso, então tudo o que eu aprendi foi meio que sozinho, seguindo recomendações de marcas de fora e vendo o que já se praticava lá fora. Comecei a fazer esse trabalho aqui no Rio e ele cresceu, me rendendo convite para trabalhar  em São Paulo.

Há 5 anos decidi trabalhar apenas com cabelo cacheado e foi quando comecei a desenvolver tudo o que pratico hoje. Fiz uma especialização em Nova Iorque e todo dia estou tentando criar coisas. Hoje 80% do que eu faço é desenvolvido porque eu fico pensando, pesquisando e testando coisas novas.

ATH: Você considera trabalhar com cabelos naturais e cacheados mais desafiador?

Bruno Dantte: Sim, muito. Quando você trabalha com um cabelo liso, e faz uma escova, por exemplo, não importa o tipo de cabelo, você vai cortar, escovar e pranchar. Mas quando você passa a trabalhar com cabelo natural, você tem que entender aquele cabelo como ele é, se ele é crespo, cacheado, afro ou ondulado. Cada pessoa tem uma textura, um volume e um gosto, então eu não passo mais a trabalhar com um tipo de definição, mas com milhares.

Você tem que adaptar o seu trabalho ao tipo de cabelo, ao tipo de necessidade que ele tem e ao gosto da pessoa. Hoje tenho que entender de todos os tipos de cabelo. Como é tudo muito novo, não existem muitas referências no Brasil, o que faz com que eu tenha que criá-las, aí vem o meu desafio diário.

ATH: Os cuidados para cabelos crespos e cacheados devem ser os mesmos?

Bruno Dantte: Depende. Eu costumo classificar cabelo não só pela estrutura, eu faço uma análise de couro cabeludo. Sempre faço uma avaliação individual para buscar o melhor tratamento para cada tipo de cabelo, porque cada pessoa tem uma rotina e uma qualidade de fio.

Modelo de Bruno Dantte
Foto: Divulgação

ATH: Quais os maiores erros que uma menina de cabelo cacheado pode cometer?

Bruno Dantte: É brigar com o volume, que é o que influencia os alisamentos e químicas, que, muitas vezes, faz o cabelo quebrar e cair. O primeiro passo é aceitar o volume natural do cabelo. O segundo erro é não usar produtos específicos para os fios e, o terceiro, é realizar cortes e mechas que pensando nos cabelos lisos.

ATH: A gente sabe que passar pela transição capilar não é fácil. Quais dicas daria para quem deseja ou está passando pelo processo?

Bruno Dantte: Transição capilar é muito difícil, a pessoa tem que entender o motivo de estar passando por ela. Se for estético, ela dificilmente vai conseguir, porque esse processo não deixa a pessoa bonita de cara. Ela tem que fazer por aceitar o cabelo natural e entende que ele será mais bonito assim.

Com o cabelo natural você tem novos hábitos com o cabelo, não adianta agir como agia antes da transição. Tem que aprender as técnicas de fitagem, finalização e entender que o cabelo alisado é totalmente diferente do natural. E você tem duas opções para passar pela transição: o Big Chop, grande corte que tira todo o cabelo liso, ou ir cortando aos poucos. Hoje existem blogueiras e profissionais especializados que, assim como eu, ajudam a passar por essa fase. A procura de um bom profissional ajuda bastante.

Modelo de Bruno Dantte
Bruno Dantte e a vlogger Gabi Vasconcellos, que é sua cliente. | Foto: divulgação

ATH: Quais os cortes mais pedidos do seu salão?

Bruno Dantte: Chanel de bico, com a nuca mais desenhada e a frente mais inclinada. É um dos que eu mais faço e gosto.

Modelo de Bruno Dantte
Sãlão Bruno Dantte Conceito, localizado no Rio de Janeiro. | Foto: divulgação

ATH:  Como se sente sabendo que o seu trabalho devolve autoestima e brilho no olhar de tantas mulheres?

Bruno Dantte: Hoje eu me sinto mais que um profissional e uma pessoa realizada. Hoje não lido só com cabelos, eu lido com histórias, com pessoas e com a autoestima delas. Quando uma cliente senta na minha cadeira, a história não é sobre o cabelo, é sobre a vida dela. E normalmente são histórias tristes, onde elas sofreram preconceitos por não serem aceitas como elas são. Tenho que preparar não só o cabelo, eu tento ajudar aquela pessoa a superar uma visão preconceituosa de pessoas que ainda convivem perto dela, e fazer parte disso é muito bom. Hoje trabalho com pessoas que amam os seus cabelos e têm confiança no que eu faço. Eu já ouvi histórias emocionantes, vi mulheres chorando… Elas querem tirar foto e ter um contato carinhoso pela conversa que a gente teve, por eu entender e ouvir cada uma. O meu salão é um lugar onde elas podem ser ouvidas.

Sugestão de produtos

Lavar os fios com produtos adequados é muito importante. Para os cabelos cacheados indicamos a dupla de shampoo TRESemmé Cachos Perfeitos e condicionador TRESemmé Cachos Perfeitos. A combinação dos dois é ideal para conquistar a definição perfeita dos seus cachos, controlar os fios rebeldes e manter a forma por mais tempo. Após finalizar a lavagem também é importante hidratar os fios. Recomendados o Creme para pentear Dove Ultra Cachos.