Por trás do “The D Cut”: YouTuber Keara Graves conta como foi fazer a série queer de Dove

Na série, o salão de beleza é um espaço de encontro e acolhimento da comunidade LGBTQI+
the-d-cut-abre-782x439.jpg

Esse ano, a gente teve que comemorar a Parada Gay em casa por causa do coronavírus e a necessidade de fazermos isolamento social. Mas, apesar desse obstáculo, o Mês do Orgulho continuou sendo a celebração da comunidade LGBTQIA+ e um chamado para que essas vozes continuem sendo usadas para mudanças e o fim da descriminação. Dove resolveu apoiar esse momento com uma série, The D Cut, que está disponível no canal KindTV, no YouTube.

A série é uma iniciativa criada pela marca como parte de seus esforços para dar mais espaço para a diversidade, inclusão e comunidade usando o cabelo para isso, encorajando a todos a se expressarem sendo verdadeiros consigo mesmo.

The D Cut é uma série criada em colaboração com a Unilever Entertainment and Shaftesbury. Inspirada em uma história real, The D Cut é sobre uma hairstylist famosa que cria uma comunidade forte, usando cada vez um estilo de cabelo diferente para isso. A série é para aqueles que se uniram e ultrapassaram obstáculos – com destaque para as experiências positivas através do cabelo, como forma de expressão e empoderamento.

A gente de All Things Hair teve o prazer de conversar com a YouTuber Keara Graves, que interpreta Max na série. Keara compartilhou algumas de suas experiências nas filmagens e contou um pouco sobre como é a sua relação com o cabelo, como foi isso quando ela “saiu do armário” e abraçou a sua identidade queer. Leia:

O que foi que fez você se interessar e querer se envolver com The D Cut?

Foi o meu agente que me falou sobre o teste para fazer The D Cut, como eu já tinha conversado com ele sobre fazer mais papeis queer e projetos voltados para a comunidade LGBTQIA+. A princípio eu fiz o teste para a personagem D e já me apaixonei pelo roteiro e pelo tema da série, realmente queria fazer parte do projeto. Acabei ficando com o papel da Max e fiquei muito feliz! Foi o meu primeiro personagem que não era necessariamente uma mulher cisgênero, o que me fez ficar ainda mais animada em representar pessoas que aparentam ser mulheres cisgênero para a sociedade, mas que usam pronomes neutros para descrever seu gênero.

O fato é que a gente não deveria precisar ter um salão de beleza queer porque pessoas queer deveria se sentir confortáveis e bem-vindas em qualquer salão.

elenco de the d cut
Foto: Danielle Blancher

O que você aprendeu sobre cabelo e um espaço de beleza queer interpretando Max?

Aprendi que todos os salões de beleza deveriam ser inclusivos como o da D. Pessoas queer deveriam se sentir confortáveis e bem-vindas em qualquer salão! A série traz à tona um problema muito importante. Os salões de beleza de hoje não representam todos os estilos, sexualidades e identidades de gênero. Esses espaços precisam melhorar e serem mais inclusivos.

Qual era a sua rotina de beleza no set?

Minha personagem gosta de expressar a sua ousadia e orgulho através do cabelo e não necessariamente da maquiagem. As maquiadoras fizeram um trabalho incrível deixando meu rosto natural. Os cabeleireiros tingiam meu cabelo de azul todas as manhãs, que era o que levava mais tempo.

Como o seu cabelo evoluiu desde que você se assumiu?

Depois que eu me assumi, me senti livre para ser quem eu era em todos os sentidos, incluindo como eu uso meu cabelo. Eu tive o cabelo super longo a minha vida toda, mas não me identificava mais com ele. Depois de alguns meses, cortei um bob. Algumas poucas pessoas me disseram para não fazer isso porque eu não ficaria bonita ou feminina. Eu decidi seguir meu coração e nunca me arrependi.

Você tem sugestões de como a indústria da beleza pode melhorar na inclusão?

Embora tenha melhorado muito nos últimos anos, eu ainda acho que as indústrias de beleza precisam de mais representatividade da comunidade negra. Empresas de maquiagem precisam fazer produtos para tons de pele mais escuros. Toda vez que eu vou comprar uma base, reparou que existem uns 12 tons para peles mais claras, mas apenas duas para mais escuras.

Eu também acho que a representação de texturas de cabelos diferentes é mínima nas propagandas. É necessário mudar, mas eu acredito que já está mudando para melhor. Eu acho que a Dove está à frente nesse movimento. A marca desafia constantemente os padrões de beleza impostos socialmente e está trabalhando para quebrar esses estereótipos de beleza.

Como a sua identidade queer influenciam seu cabelo e seu estilo de se vestir?

Quando eu me assumi, pensei que precisava mudar a minha aparência para me sentir parte da comunidade. Eu senti que eu precisava me vestir de um jeito mais “masculino”, usar roupas maiores, cortar meu cabelo curtinho etc. porque essa era a principal imagem da mulher queer que eu via na televisão, nos filmes e na mídia. Depois de algumas tentativas em mudar meu estilo para me encaixar na imagem de mulher queer criada pela sociedade, percebi que eu não me sentia confortável ou verdadeira. A partir de então, fui fiel ao meu estilo e uso o que quer que eu me sinta confortável e confiante.

elenco da série the d cut
Foto: Brandon Titaro

Qual é o seu produto de cabelo preferido?

Geralmente não uso muitos produtos no meu cabelo porque gosto de mantê-lo natural. Mas algo que destaque a textura dos meus fios, como um spray. Eu borrifo o spray depois do banho e desperta todas as ondas do meu cabelo, especialmente no verão, que é mais úmido.

Nós vimos alguns dos seus vídeos “Queerantined” no YouTube. Você experimentou alguma coisa nova no cabelo com o isolamento social?

Precisei ser muito criativa na hora de estilizar. Minha mãe e minha parceira precisavam cortar o cabelo, mas os salões não estavam abertos, então eu corte o cabelo das duas e percebi que levo algum jeito para isso. Minha parceira, Lauren, também tingiu o cabelo temporariamente de rosa um dia em que ela estava entediada. Se a gente não estivesse em quarentena, jamais teríamos essa experiência com o cabelo.

Sugestão de produtos

Em isolamento ou não, é essencial lavar o cabelo com produtos que limpem, mas mantenham os fios hidratados. Experimente a dupla de shampoo e condicionador Dove Nutrição Óleo-Micelar.

Para finalizar, a dica é usar o Spray Dove Care on Day 2, que ajuda a revitalizar e a proteger os fios.

Próximo