Violeta genciana: para que serve e como usar o produto no cabelo

O remédio antisséptico se tornou popular para quem procura uma opção acessível para pintar ou matizar o cabelo — confira todos os detalhes sobre os usos da violeta genciana no cabelo.

A violeta genciana é uma velha conhecida de quem gosta de matizar o cabelo em casa, eliminando o amarelado que fios brancos ou loiros podem ganhar ao longo do tempo.

O produto voltou recentemente à popularidade por causa do TikTok — na rede social surgiram vários vídeos de pessoas usando também para pintar o cabelo de roxo.

Mas, apesar de muitas pessoas usarem a violeta genciana nos fios, ela é um remédio, que tem originalmente a função antifúngica, antibacteriana e antisséptica no tratamento de feridas na pele.

Por isso, conversamos com a cabelereira Eduarda Cardoso para entendermos se o produto pode prejudicar o cabelo e mostramos as suas principais formas de uso. Vem ver!

Além de ser usada para pintar o cabelo de roxo, a violeta genciana também é comumente usada para substituir o tonalizante e o matizador nos cabelos.

A cabelereira especialista em mechas, Eduarda Cardoso, conta que “antigamente quando não havia tanto recurso e produtos acessíveis de marcas profissionais, a violeta genciana era o que se encontrava de mais comum para tirar pigmentos amarelados dos fios”.

Hoje, o uso do produto não é mais recomendado pelo risco de manchar os fios, mas ainda há quem utilize a violeta genciana no cabelo, seja para pintar o cabelo do roxo ou neutralizar o amarelado.

matizador caseiro com violeta genciana
Foto: Pexels

Na forma de tonalizante, a violeta é usada por quem já tem o cabelo descolorido e deseja platinar, pois ela age neutralizando totalmente o fundo amarelo, deixando os fios brancos e com a base de cor mais fria.

Já como matizador, a ideia também é neutralizar o tom amarelo do cabelo, mas apenas como correção da cor. Não a há intenção de mudar o fundo de coloração dos fios, sendo uma pigmentação mais superficial, indicada para cabelos loiros.

Violeta genciana: como usar?

Seja como pigmento, tonalizante ou matizador, o processo de usar a violeta genciana nos fios é algo fácil, principalmente com os nossos passo a passos.

Como pintar o cabelo?

Para pintar o cabelo de roxo com violeta genciana, você vai precisar de luvas, uma toalha que você possa manchar, creme de hidratação branco, violeta genciana e um recipiente de plástico.

  1. No recipiente, misture duas colheres de creme para hidratação com algumas gotas do pigmento.
  2. Prenda a tolha ao redor do pescoço e coloque as luvas para evitar que fique manchas de tinta na pele.
  3. Aplique a mistura mecha a mecha, tomando cuidado para não manchar o rosto e pescoço.
  4. Deixe agir por 30 minutos. Vale lembrar que o roxo ficará mais forte caso você adicione muito pigmento à máscara capilar e deixe a mistura agir por mais tempo.
  5. Lave, condicione e finalize os fios como preferir.

    cabelo cacheado roxo violeta genciana
    Foto: Unsplash

É possível que você sinta os fios ressecados na semana do tingimento, recomendamos que seja feita uma hidratação profunda com reconstrução para minimizar os danos.

Nossa indicação é a Máscara de Tratamento Seda Pós Danos by Rayza, perfeita para devolver o brilho, maciez e saúde para os cabelos.

Como tonalizar o cabelo com violeta genciana?

Para tonalizar o cabelo com violeta genciana, voltando aos fios platinados ou tirando o amarelado dos brancos e grisalhos, você vai precisar de luvas, condicionador branco, violeta genciana e um recipiente de plástico.

  1. Com o cabelo já descolorido, comece misturando três gotas de violeta ao condicionador, misture bem.
  2. Com os cabelos já lavados, aplique a mistura no comprimento dos fios, mecha a mecha.
  3. Deixe agir de 3 a 5 minutos e enxágue abundantemente.
  4. Com o cabelo já sem resíduos, seque e finalize como preferir.
cabelo roxo claro tonalizado com violeta genciana
Foto: Pexels

Como matizar o cabelo com violeta genciana?

Por ser um processo de correção de cor, aqui a técnica e a quantidade de produto serão diferentes. Você vai precisar de um balde, uma toalha que possa ser manchada, violeta genciana e água.

  1. Encha o balde com a água e coloque cinco gotas do pigmento. Misture bem!
  2. Com o cabelo seco, mergulhe todos os fios na água roxa e deixe por alguns segundos.
  3. Retire o excesso de água do cabelo com as mãos e com a toalha. Caso sinta necessidade, refaça a etapa anterior.
  4. Finalize como preferir.

Veja alguma dicas essenciais para quem pretende usar a violeta genciana no cabelo!

Riscos e efeitos colaterais

A violeta genciana, por não ser um produto destinado ao cabelo, pode causas algumas reações adversas como o alto ressecamento dos fios ou alergias no couro cabeludo.

A especialista alerta que a violeta genciana não é um bom produto para se passar no cabelo, mesmo que seja misturado em shampoos, máscaras ou condicionadores, pois ela “resseca os cabelos em nível extremo, podendo ser irreversível a correção de cor e restauração da saúde dos fios”.

Esse ressecamento acontece porque o produto tem uma grande quantidade de álcool na composição, o que resulta em cutículas abertas e muitos danos aos fios. Já na questão alérgica, o uso constante de violeta genciana pode causar úlceras, irritações e coceiras na pele.

Por essa razão, o mais recomendado é usar produtos que tenham sido testados e que tenham aprovação da ANVISA. “Existem hoje no mercado inúmeros produtos profissionais que foram desenvolvidos especialmente para o resultado de cor desejado”, conta Eduarda.

Um ótimo exemplo é a linha TRESemmé Ultra Violeta. O Shampoo e Condicionador são ideais par tirar o amarelado dos fios, enquanto hidrata profundamente a fibra capilar.

E claro, procure um profissional de confiança sempre que desejar mudar o visual! Essa é a melhor forma de garantir que o cabelo não ficará manchado, evitando também os danos excessivos aos fios.

Dúvidas frequentes sobre violeta genciana

Quer saber mais a respeito dos usos da violeta genciana no cabelo? Respondemos algumas das principais questões abaixo.

Quanto tempo dura a violeta genciana no cabelo?

O tempo varia entre uma semana e quatro meses — depende muito da frequência de lavagem e se a violeta foi aplicada como tintura ou tonalizante.

Violeta genciana estraga o cabelo?

Sim, pode estragar. O produto tem um alto poder de ressecamento dos fios, mas se você já usou ou pretende usar a violeta genciana no cabelo, invista em um cronograma capilar completo.

Outra dica para minimizar os danos da violeta genciana é deixar o álcool evaporar antes de usar. Basta deixar o frasco do produto em um lugar alto e sem acesso de pessoas por dois dias, o álcool tende a desaparecer, prejudicando menos a saúde dos fios.

Como tirar violeta genciana da pele?

Você pode retirar as manchas usando óleo vegetal ou álcool isopropílico. Basta umedecer um algodão com o líquido e passar na pele até sair a mancha.

Veja também: Como tirar manchas de tinta da pele!

Como recuperar o cabelo pós-violeta genciana?

Se você já usou a violeta genciana e notou que a saúde dos cabelos não está boa, a recomendação principal de especialista é investir em um cronograma de tratamento intensivo com produtos indicados para detox e reconstrução capilar.

Grávidas podem usar violeta genciana?

Não é recomendado, a menos que seja receitado como remédio por um médico de confiança.

Artigo anterior
Artigo seguinte