Cabelo colorido na nuca dá toque de cor com visual discreto. Veja fotos

Desde a descoloração aos retoques, saiba tudo sobre o estilo underlayer e como cuidar do cabelo pintado na nuca

Um toque de cor que pode ficar escondido quando você quiser. Essa brincadeira é o charme do cabelo pintado na nuca, também conhecido como underlayer. Cada vez mais buscado pelas brasileiras, o estilo combina tanto com quem já é adepta de cores chamativas quanto com as mulheres que preferem um visual mais discreto.

Conversamos com especialistas na coloração para te contar tudo sobre a tendência. Confira as dicas e inspire-se com as fotos abaixo.

O aumento da procura pelo estilo de cabelos pintados na nuca tem tudo a ver com a influência de famosos, acredita Públio Bernardes, do salão Circus Hair, em São Paulo. “Teve um boom grande assim depois do cabelo da Dua Lipa. Ela usava a parte de cima bem clara e a parte de baixo do cabelo com fios escuros. Só que muitas pessoas não podem fazer esse tipo de proposta, por conta do trabalho”.

O especialista conta que, por esse motivo, as clientes geralmente querem manter a parte de cima natural e o colorido por baixo, pintando próximo à nuca. “Dessa forma você pode prender um rabo baixo, pra que não apareça. Acredito que, conforme os artistas vão fazendo, o pessoal vai adaptando da forma melhor para cada um”, analisa.

Underlayer ou cabelo colorido escondido?

O cabelo pintado na nuca é mais conhecido como underlayer. Mas você pode encontrá-lo por aí também sendo chamado de cabelo colorido escondido, undercolor ou mesmo como secret color. Cada salão ou profissional adota um nome diferente.

O importante é você ter certeza de que quem vai colorir seu cabelo saiba exatamente o que você espera. Então, fica a dica: pesquise o trabalho do seu cabeleireiro e leve fotos de referência na hora de pintar a parte de baixo do cabelo.

Cabelo longo ruivo com a parte de trás pintada como um arco-íris
Foto: reprodução | Instagram @publiobernardes

Tipos de underlayer

O underlayer é versátil e tem algumas variações. Para quem já está habituada aos coloridos, é possível pintar todo o cabelo, mas usando uma cor na parte superior da cabeça e outra na inferior, por exemplo. Mas você também pode colorir só a camada de fios mais próximos à nuca ou ainda optar por pintar toda a metade inferior da cabeça.

Para Raul Carvalho, diretor criativo e de Desenvolvimento do salão Novo Arte, que tem unidades em São Paulo e em Curitiba, o que acaba influenciado nessa escolha é o mercado de trabalho, pois há casos em que a pessoa tem um emprego em um ambiente mais formal.

“Quem não pode fazer um cabelo total colorido tem essa opção de fazer só a nuca, porque é um pouco mais discreto”. Mas ele diz que quem experimenta o estilo geralmente fica com aquele gostinho de “quero mais”. “É ótimo porque às vezes a pessoa muda de emprego e volta para fazer o cabelo todo colorido”, diverte-se o profissional.

Para quem tem alergias no couro cabeludo ou prefere a raiz natural, Raul aponta que dá para fazer uma versão esfumada, em que o descolorante não é aplicado na raiz.

Precisa descolorir a parte de baixo do cabelo?

Raul Carvalho é categórico: para fazer o underlayer precisa descolorir os fios. “Os pigmentos que a gente usa de cor fantasia precisam de descoloração prévia. Todos, sem exceção”. O que vai diferenciar é o tom de descoloração que você vai precisar para chegar à cor desejada.

“Se você quer tons mais quentes, cores mais fortes e vibrantes, a gente não precisa clarear tanto o cabelo. Já para as opções de cor pastel, aí esse cabelo tem que ser praticamente platinado”, explica.

Os profissionais alertam também que é sempre importante fazer o teste de mecha antes de um processo como o da nuca colorida, seja o cabelo virgem ou não. Ele serve tanto pra ver a saúde do fio quanto qual tom é possível fazer no underlayer.

Mulher com cabelos médios e pretos mostra underlayer loiro
Foto: reprodução | Instagram @del_moon_hair

Dá pra fazer o cabelo pintado na nuca em casa?

Os especialistas são unânimes: o mais indicado para a etapa de descoloração que o underlayer precisa é recorrer a profissionais especializados. Tentar fazer isso em casa pode até ter o risco de causar um corte químico, alerta Públio.

“São vários fatores envolvidos para um procedimento bem-sucedido: tem o histórico do cabelo, o tom que você quer na descoloração, o produto que você vai usar”, explica Raul. E errar num desses procedimentos não vai trazer um bom resultado.

No entanto, depois de descolorido, é super possível mudar o tom do seu underlayer sozinha em casa. “Se você cansou do rosa e quer um roxo, por exemplo, acho super legal você poder brincar com essas possibilidades em casa”, diz Públio.

Quem pode fazer o underlayer?

Cabelos curtos, médios e longos e de todas as texturas podem aderir ao cabelo pintado na nuca. O estilo é bem democrático e pode ser feito inclusive em crianças, garante Raul.

Para os fios curtos, basta que exista comprimento  suficiente para cobrir o cabelo pintado atrás. “Dá até pra mesclar cores. Só não dá pra fazer degradê de cor no curto”, conta Públio.

Se você tem fios cacheados, é preciso uma atenção especial. “Dá para fazer, só que tem que tomar um certo cuidado em relação à escolha da cor. Porque, dependendo da descoloração, você pode perder um pouco a ondulação do cacho”, alerta.

cabelo curto com underlayer colorido estilo rainbow
Foto: reprodução | Instagram @bo.magodascores

Cores para o underlayer

Do cabelo pintado na nuca de loiro às cores fantasia, como azul e rosa, são muitas as opções de estilos na hora de escolher como colorir a parte de baixo do cabelo. Existem até versões com diversas cores, como a reprodução de um arco-íris, ou ainda misturando menos tons, como roxo, azul e rosa, num estilo chamado de galaxy.

Como é uma parte pequena do cabelo a ser pintada, você pode ficar mais livre para escolher a cor, sem precisar se encanar com o que combina melhor com seu tom de pele. Mas um papo com o especialista em coloração é sempre bem-vindo.

“Converso muito com a cliente sobre o tom que ela quer fazer e se ela pensa em mudar num futuro breve. Porque se ela fizer um undercolor azul e depois quiser ir para um rosa, ela não vai conseguir, são cores muito opostas. Então a conversa é mais sobre o tom que ela quer fazer e se ela já pensa em mudar num curto período. Se for o caso, qual as outras opções e já sugiro as cores mais fáceis de ‘limpar’ depois, para poder trocar”, conta Públio.

Quem tem progressiva pode fazer mechas coloridas?

É possível fazer as mechas coloridas na nuca também em quem tem progressiva ou outras químicas prévias, mas só depois do teste de mecha. “Nele, a gente consegue ver a saúde do fio e ver para qual tom ele abre de forma saudável, se ele aguenta ir um pouco além do que é mostrado ali no teste. Se no teste já ficou muito sensibilizado, provavelmente vão ser usadas colorações mais escuras: azul escuro, verde escuro, roxo escuro, por exemplo”, explica Públio.

Quanto tempo leva para pintar o cabelo na nuca?

Para fazer a nuca colorida, o tempo necessário é, em média, entre 4 horas e 8 horas. A duração do procedimento inclui o teste de mecha, para garantir que tudo vai dar certo. O tempo vai depender também muito do cabelo de cada pessoa e de qual foi o estilo de underlayer escolhido – há a opções de mesclar várias cores, por exemplo.

cabelo curto com mechas na nuca na cor rosa
Foto: reprodução | Instagram @raulcarvalhonovoarte

Retoque do underlayer

Existem dois tipos de retoque do underlayer: o retoque de cor e o retoque da descoloração, explica Raul. “A cor vai embora rápido, dependendo do tom escolhido e de quantas vezes a pessoas lavar. Quem tem o cabelo mais liso e fino lava mais, porque fica oleoso mais rápido. Já quem tem o cabelo mais anelado e mais grosso lava menos, então a cor dura mais”.

A cor pode ser retocada em casa mesmo, usando o mesmo produto ou algum que o seu profissional de confiança indicou como compatível com o procedimento feito anteriormente.

Já a descoloração do underlayer vai precisar de retoque num prazo médio de 45 a 60 dias. “Fazer antes disso pode ser muito perigoso, com risco de um corte químico. E, se passar muito desse período, pode haver diferença de tom”, orienta Públio.

O especialista explica que, nesse tipo de retoque, é descolorida a parte crescida da raiz e os fios são novamente pintados. Se você quiser mudar a cor, é necessária mais uma etapa, para remover os traços do pigmento anterior.

Como cuidar em casa do cabelo com underlayer?

Para garantir que seu underlayer fique sempre incrível, é preciso seguir com cuidados em casa. “É necessário cuidar o cabelo antes e depois da coloração, mesmo que ela seja em apenas uma mecha. É preciso cuidar muito bem das partes descoloridas”, alerta Raul.

Públio ressalta que é melhor optar por shampoos sem sulfato, porque este ativo abre bastante a cutícula e acaba tirando a cor mais rápido.

Para fazer a manutenção do cabelo colorido na nuca, os dois profissionais destacam a importância de seguir um cronograma capilar, com hidratação, nutrição, umectação e reconstrução dos fios.

Próximo

Sugestão de produtos

Cabelos coloridos precisam de cuidados especiais, já que os fios tendem a ficar mais fracos e ressecados. Então anote aí as sugestões de Tudo Pra Cabelo para garantir fios saudáveis e bem cuidados após a coloração.

O shampoo e condicionador Nexxus Emergencée foram elaborados para recuperar o cabelo danificado. A linha ajuda a reconstruir as estruturas de proteína dos seus cabelos, nutrindo e fortalecendo os fios.

Para seguir o cronograma capilar, as sugestões são fazer a etapa de nutrição com a Máscara Dove 1 Minuto Fator de Nutrição 80+, a etapa de reconstrução com a Máscara de Tratamento TRESemmé Reconstrução e Força e, por fim, a etapa de hidratação com a Máscara Capilar Seda Boom Hidrata.

Com os cuidados certos, seu cabelo pintado na nuca vai se manter lindo por muito mais tempo.