Made in Brazil: 5 técnicas capilares que foram criadas por aqui!

Do cabelo blindado ao megahair invisível, fizemos uma seleção de procedimentos que surgiram em terras brasilis. Vem ver!

É claro que sempre estamos com as anteninhas bem ligadas nas novidades para cabelos que vêm lá de fora, mas a gente também precisa treinar nosso olhar para valorizar o que é nosso e reconhecer que muitos procedimentos revolucionários já foram criados em território brasileiro também! Em homenagem ao Dia da Independência do Brasil, celebrado em 7 de setembro, elegemos cinco técnicas capilares brasileiras – algumas bem clássicas, outras mais recentes – que fazem muito sucesso pelas bandas de cá.

Cabelo blindado

Febre entre os jovens da periferia, esse corte de cabelo foi criado por Ariel Franco de Melo (confira sua entrevista para o All Things Hair!) que, enquanto estava preso, começou a cortar o cabelo de outros colegas. Após sair da prisão, em 2014, manteve o hábito e continuou a fazer cortes em casa – até conseguir abrir sua própria barbearia (que é um sucesso!) localizada na Vila Brasilândia, em São Paulo.

O cabelo blindado, caracterizado pelo corte degradê com risca lateral, fios desenhados com pente, topete bem alto e efeito colorido, recebe esse nome porque é extremamente resistente – segundo o próprio Ariel, você pode até colocar uma moto em cima da cabeça que o blindado não desmancha e não deforma – é resistente a qualquer impacto!

Homem com corte blindado no cabelo
Foto: Reprodução | Instagram @arielreidoblindado

Selagem capilar

A selagem capilar está entre as técnicas capilares brasileiras indicadas para recuperar cabelos danificados por procedimentos químicos, por exemplo. O tratamento, à base de queratina, tem a função de repor os nutrientes perdidos e, como o próprio nome diz, selar as cutículas dos fios. O resultado? Cabelos hidratados, brilhosos e resistentes.

Mas fique atenta: muitos estabelecimentos se apropriam da nomenclatura “selagem capilar” para oferecerem alisamentos que utilizam formol em sua composição – quando, na verdade, esse deveria ser um tratamento intensivo para cabelos fragilizados e com danos. Por isso, procure sempre cabeleireiros de confiança para alinhar seus objetivos.

Mulher com selagem capilar no cabelo loiro
Foto: Reprodução | Instagram @raianyathaidecabeleireira

Megahair invisível

O método foi criado pela empresária Tati Cordeiro, usuária de megahair há mais de 20 anos que, como tantas outras mulheres, se incomodava com os antigos métodos que deixavam os cabelos à mostra.

Foi então que ela incorporou fitas adesivas invisíveis na aplicação da extensão capilar, que prometem alcançar um resultado bastante natural e não danificar os fios. O perfil do Instagram de sua marca já conta com mais de 140 mil seguidores e seu feed é repleto de fotos do antes e depois das clientes, como mostra a foto abaixo.

Foto de antes e depois do megahair invisível, criado por Tati Cordeiro
Foto: Reprodução | Instagram @megahairinvisivel

Próximo

Escova progressiva
O método de alisamento está entre as técnicas capilares brasileiras mais populares e polêmicas, principalmente por conta do formol, substância química presente na escova progressiva que oferece diversos riscos à saúde.

O protocolo é derivado da escova japonesa, trazida do Japão, que tinha efeito praticamente definitivo. Em 2003, cabeleireiros do subúrbio do Rio de Janeiro criaram uma versão brasileira que permitia que os cabelos voltassem ao seu estado natural depois de algum tempo – nasceu aí a famosa progressiva com formol.

Com o movimento da transição capilar, muitas mulheres abandonaram esse tipo de alisamento para assumir seus cachos naturais. No entanto, existe também o grupo que se sente mais confortável com os fios alisados e continua indo ao salão para fazer a progressiva.

A boa notícia é que o procedimento evoluiu bastante ao longo dos anos e hoje já existem opções de escovas mais seguras sem o uso de formol e com um bom resultado.

Fotos de antes e depois da escova progressiva no cabelo
Foto: Reprodução | Instagram @studiojessycaoliveira

Desprogressiva

É isso mesmo que você leu! Na contramão das escovas progressivas, a desprogressiva – mais uma entre as técnicas capilares brasileiras – tem o objetivo de reverter o efeito do alisamento para recuperar o cabelo natural, inclusive o formato dos cachos.

Durante esse processo, os alisantes são removidos dos fios e o cabelo é remodelado com produtos à base de amônia. Logo, vale frisar que, apesar de tirar o efeito da progressiva, esse protocolo, ainda assim, é considerado químico. Logo, é bom avaliar se seus fios estão saudáveis antes de passar pelo procedimento.

Mulher com cabelos cacheados e castanhos com desprogressiva
Foto: Reprodução | Instagram @desprogressiva

Sugestão de produtos

Independentemente das técnicas capilares brasileiras (ou não) que você escolha fazer nos seus fios, saiba que é importante mantê-los saudáveis com produtos de qualidade em casa.

O shampoo e condicionador TRESemmé Hidratação Profunda, por exemplo, são indicados para todos os tipos de cabelo e possuem aloe vera e pantenol na fórmula para repor lipídios sem deixar os fios pesados.

Para facilitar o momento de desembaraçar e ainda diminuir o frizz, a dica é apostar no Creme de Pentear TRESemmé Antifrizz, formulado com queratina e pérola hidrolisada para iluminar e tratar os fios.

Próximo