Exoplastia capilar: tudo sobre esse tratamento (de nome estranho) que promete deixar os fios mais saudáveis

All Things Hair
Mulher loira usa casaco marrom e bolsa preta

Ao contrário da escova progressiva, a técnica não tem formol, nem aquela fumacinha que provoca alergia em muita gente.

 

Exoplastia capilar é um tratamento capaz de alisar os cabelos, com fórmula que exclui substâncias reconhecidamente nocivas aos fios, como a amônia (contida no relaxamento químico) e o formol (da escova progressiva). A principal vantagem prometida pela técnica é, justamente, o fato de, com ela, ser possível conquistar fios mais lisos, num processo bem menos agressivo.

Exoplastia capilar: promessas do tratamento

Penetrar profundamente nos fios e reorganiza as ligações celulares responsáveis pela textura natural é o que a exoplastia capilar faz. Contudo, ela não impermeabiliza os fios, como ocorre na progressiva. O cabelo continua absorvendo nutrientes e também a oleosidade naturalmente produzida no couro cabeludo. E isso nos leva a mais uma vantagem: as raízes não ficam oleosas e as pontas, espigadas, como pode ocorrer com a  progressiva.

Não é progressiva (e não tem formol)

Aliás, ao explicar mais sobre a exoplastia capilar, muitas vezes recorremos às semelhanças e diferenças entre essa técnica, sua aplicação e resultados, e a progressiva. É normal que seja assim, já que a exoplastia quer destronar o método de alisamento mais popular dos últimos anos. E, de fato, há vários pontos comuns (além de outros antagônicos).

Mas o passo a passo parece de progressiva, sim.

Como ocorre antes da escova progressiva, o primeiro passo para a restauração da exoplastia é lavar o cabelo com um shampoo bastante adstringente. Os fios devem estar livres da oleosidade, para receber o produto. Outro ponto em comum com o processo da progressiva é o passo seguinte: o cabelo precisa estar seco, antes que a substância à base de queratina concentrada seja aplicada.

A explastia capilar é menos agressiva aos fios coloridos- boa notícia! | Foto: Indigital.com

Com o cabelo seco, o produto é aplicado e a restauração da exoplastia começa a se dar,  a partir do contato da substância com os fios. Por isso, é muito importante que aplicar uniformemente em todo o cabelo. Além de enluvar, mecha a mecha, o profissional de salão faz uso de um pente fino, capaz de levar do início ao fim dos fios — mantendo uma distância de cerca de meio centímetro do couro cabeludo.

Exoplastia capilar: tratamento de salão

Por envolver diversas etapas, vale a pena fazer o tratamento no salão de beleza. Já se vê, na internet, ofertas para quem queira tentar fazer a restauração da exoplastia em casa. Mas o melhor é mesmo contar com um expert, que ajudará a avaliar o cabelo antes de aplicar o produto e ficar atento aos desdobramentos de cada fase, até garantir o resultado esperado.

Por fim, depois de o período de permanência da substância no cabelo, é feito enxágue abundante. Já livres da substância, o cabelo deve ser seco. Se o cabelo natural for muito cacheado ou crespo, pode ser boa ideia  escovar de um jeito que deixe os fios disciplinados. O passo seguinte é a ativação térmica feita com a ajuda da prancha. Sim, eis mais um ponto em comum com aplicação da escova progressiva.  

Sugestão de produtos 

Shampoo Seda Liso Extremo e Condicionador Seda Liso Extremo, que ajudam a deixar os fios perfeitamente alinhados. E Creme de Tratamento Dove Pós Progressiva, que ajuda a manter saudáveis os fios alisados.

Salvar

Continuar lendo