Como montar um cronograma capilar: tudo o que você precisa saber!

Aqui, você aprende como montar um calendário personalizado de cuidados para os seus fios

Sol, vento, poluição, secador e chapinha, cloro da piscina, procedimentos químicos… São muitos os fatores que comprometem a saúde dos fios. E para recuperá-lo, só mesmo fazendo tratamentos potentes que repõem todos os nutrientes perdidos pelo caminho. E é justamente aí que entra em cena o cronograma capilar, uma espécie de calendário de cuidados que supre todas as necessidades do seu fio. Ensinamos a seguir todos os detalhes de como montar um cronograma capilar completo!

Cronograma capilar é uma rotina de cuidados que intercala três tipos de tratamento: hidratação, nutrição e reconstrução, de acordo com cada necessidade e nível de dano do cabelo.

Todos os tipos de fios podem se beneficiar do cronograma de tratamentos – o que muda é a alternância entre os tipos de máscaras usadas.

Enquanto fios ressecados precisam de um cronograma capilar com mais hidratações e nutrições, quem tem cabelos que passaram por um processo de descoloração, por exemplo, deve focar em tratamentos reconstrutores, uma vez que o procedimento faz com que os fios percam de massa capilar.

As etapas do cronograma capilar

São três: hidratação, nutrição e reconstrução. A primeira etapa tem o objetivo de devolver a água perdida dos fios; enquanto a segunda repõe os lipídeos. Já a terceira é ideal para a reposição da massa capilar. Veja alguns dos ativos mais usados em cada uma delas:

Hidratação: d-pantenol, babosa (também conhecida como aloe vera), glicerina e vitaminas.

Nutrição: óleo de coco, óleo de argan, manteiga de karité e manteiga de murumuru.

Reconstrução: queratina, arginina, creatina, cisteína e aminoácidos.

Quem pode fazer o cronograma capilar?

Todos os tipos de cabelo podem receber esse tipo de tratamento. Os cacheados, crespos e afro, inclusive, demandam um cuidado especial por conta do formato do cacho, que dificulta o percurso da oleosidade da raiz até as pontas. Essa particularidade necessita de reforço da nutrição para entregar a oleosidade para o comprimento e as pontas.

Como saber o que meu cabelo precisa?

Para montar o seu cronograma capilar, é preciso entender primeiro qual é a maior necessidade dos seus fios. Para isso, basta fazer o teste de porosidade, que é bem simples.

Pegue um copo transparente e encha-o com água filtrada. Depois, passe a mão no cabelo para sair algum fio que está solto. Pegue-o e coloque-o dentro do copo com água. Se o fio ficar…

1. Na superfície

O fio boiando na superfície do copo quer dizer que ele precisa de hidratação. Portanto, você precisa intensificar o uso de máscaras de hidratação durante o cronograma.

O seu calendário ficará assim:

Semana 1: hidratação, nutrição e hidratação
Semana 2: hidratação, hidratação e nutrição
Semana 3: hidratação, nutrição e hidratação
Semana 4: hidratação, nutrição e reconstrução

2. No meio do copo

Isso significa que o seu cabelo está com média porosidade: ele está hidratado, mas precisa de mais nutrição. Procure usar cremes e máscaras com óleos nas suas fórmulas, que são fundamentais na hora de nutrir as fibras.

Então, invista nessa sequência:

Semana 1: nutrição, hidratação e nutrição
Semana 2: nutrição, nutrição e hidratação
Semana 3: nutrição, hidratação e nutrição
Semana 4: nutrição, hidratação e reconstrução

3. No fundo

Se o fio se afundou totalmente, o seu cabelo está com alta porosidade, ou seja, ele necessita de reconstrução. Suas cutículas (parte externa do fio) estão abertas e danificadas, mas o uso de máscaras potentes pode ajudar a recuperá-las.

Nesse caso, é importante lembrar que o ideal é fazer a reconstrução a cada 15 ou 30 dias, e sempre depois da hidratação e nutrição.

Semana 1: hidratação, nutrição e hidratação
Semana 2: hidratação, nutrição e reconstrução
Semana 3: hidratação, nutrição e hidratação
Semana 4: hidratação, nutrição e reconstrução

Ilustração com teste de porosidade para montar um cronograma capilar

O ideal é ter um intervalo de 48 horas entre cada tratamento. Por exemplo: se você lavar o cabelo na segunda-feira, a próxima lavagem será na quarta, depois na sexta e assim por diante.

Produtos para usar no cronograma capilar

Hidratação: nossa sugestão é a Máscara Capilar Seda Boom Hidrata, que tem mel e babosa para hidratar profundamente sem deixar os fios pesados, garantindo cabelos mais suaves, macios e brilhantes.

Nutrição: Creme de Tratamento Love Beauty and Planet Hope and Repair pode te ajudar nessa etapa! Com óleo de coco virgem e orgânico, nutre e evita a formação de pontas duplas nos fios.

Reconstrução: a Máscara de Tratamento TRESemmé Reconstrução e Força possui uma fórmula rica em proteínas, aminoácidos e colágeno, responsáveis por reconstruir o cabelo danificado pela química, diminuindo a quebra dos fios.

Aplicando os produtos nos fios

1. Depois de lavar o cabelo com shampoo, aplique a máscara nos fios.

2. Faça o movimento de enluvamento, passando as mãos de cima para baixo em cada mecha. Essa ação faz o produto penetrar melhor nas fibras capilares.

3. Espere o tempo recomendado na embalagem e retire totalmente os resíduos do produto nos fios.

4. Finalize com condicionador e enxague novamente.

Próximo

Cronograma capilar: dúvidas frequentes

Abaixo, fizemos uma seleção das principais perguntas que surgem ao começar a fazer o procedimento:

Quais as vantagens de fazer o cronograma capilar?

Seguir esse calendário é a melhor maneira de incluir tratamentos essenciais para o cabelo na rotina de cuidados – e sem sair de casa. Segui-los à risca resulta em madeixas muito mais saudáveis, já que elas terão todos os nutrientes que precisam.

E o mais legal é que, com o tempo, você passa a conhecer melhor seus fios e a identificar suas principais necessidades.

Quanto tempo leva para o cronograma capilar fazer efeito?

O cronograma capilar é baseado em ciclos de quatro semanas que contemplam todas suas etapas. A ideia é que, ao longo dos tratamentos, você passe a notar cabelos muito mais saudáveis, mas tudo vai depender do nível de dano do fio para os efeitos do protocolo começarem a ser notados.

Modelo com cabelos loiros e ondulados

Como lavar o cabelo no cronograma capilar?

Você pode escolher shampoos e condicionadores que tenham propriedades que combinem com cada etapa do cronograma capilar – hidratação, nutrição e reconstrução. O ideal, portanto, é lavar a cabeça três vezes por semana para aplicar todas as máscaras necessárias. Caso você lave todos os dias, pode usar apenas o shampoo e condicionador normalmente.

No mais, valem as dicas de sempre: lavar com cabelos com água morna, uma vez que a água quente resseca os fios; aplicar o shampoo apenas no couro cabeludo e o condicionador só no comprimento e pontas – entre outras medidas que você pode conferir no nosso guia completo de como lavar o cabelo do jeito certo.

Qual é o intervalo entre as hidratações?

Tudo isso vai depender do nível de dano do seu cabelo, como explicamos no início da matéria. Em alguns casos, elas são mais frequentes – em outros, são feitas menos vezes durante o mês. O importante é que exista um intervalo de 48 horas entre cada tratamento.

Quantas vezes posso fazer nutrição no cabelo? E a reconstrução?

Mais uma vez, essa resposta pode variar de acordo com a necessidade do seu cabelo. Se os seus fios precisarem de hidratação, você fará 4 nutrições durante o mês. Caso tenham sede de nutrição, é necessário realizar 7 nutrições mensais. E, se estiverem muito danificados e precisem de reconstrução, 4 nutrições serão feitas ao longo do mês.

Sobre a frequência da reconstrução, funciona da seguinte forma: caso o foco do seu tratamento seja a hidratação ou nutrição, 1 reconstrução será feita no mês. Mas, se o objetivo é reconstrução, serão necessárias 2 mensais. Esse, inclusive, é um tratamento que não pode ser feito em um intervalo menor que 15 dias, pois pode deixar os fios enrijecidos.

De quanto em quanto tempo posso fazer o cronograma capilar completo?

Há quem faça os tratamentos sem pausas por não sentir o cabelo pesado, enquanto outras preferem diminuir a frequência após um tempo ou até mesmo suspendê-los por cerca de um mês.

O ideal é avaliar o estado dos seus fios após o fim de um ciclo mensal do cronograma capilar e, claro, conversar com seu cabeleireiro de confiança para encaixar e adaptar os melhores cuidados na sua rotina.

Qual é a diferença entre nutrição e umectação?

Por mais que sejam semelhantes, existem algumas particularidades. O processo de nutrição consiste em usar máscaras à base de ingredientes como óleos vegetais para fazer a reposição de lipídeos nos fios. No caso da umectação, esses óleos (oi, óleo de coco!) são aplicados diretamente no cabelo, mecha por mecha, para tratá-lo. Esse procedimento pode, inclusive, ser feito durante a noite, enquanto dorme: é a chamada umectação noturna.

O que fazer depois do cronograma capilar?

Não é porque você fez tratamentos potentes nos seus fios por um bom tempo que eles devem ser abandonados. A rotina de cuidados deve continuar – não necessariamente com o cronograma capilar completo: dá pra diminuir o uso da frequência de máscaras, por exemplo, se sentir que eles já estão recuperados. E claro, continuar usando shampoos e condicionadores específicos para seu tipo de cabelo, desembaraçar de forma saudável, usar creme de pentear…

Dicas de cronograma capilar para o fim do verão

O fim do verão, principalmente, é uma período em que nossos fios merecem cuidados reforçados. Isso porque o sol, a água do mar e da piscina podem deixar os fios ressecados e sem vida.

Nessa época, vale usar uma dupla de shampoo e condicionador que ajude a cuidar e a proteger os fios. O Shampoo Bed Head Totally Beachin’ e o Condicionador Bed Head Totally Beachin’ ajudam a reverter os danos causados pelos raios solares.

infográfico de cronograma capilar para o fim do verão

Próximo