O estresse afeta cabelo? Sim, veja como

O estresse afeta cabelo? Aumenta o número de cabelos brancos? Colabora para a queda capilar? Descubra aqui!

Ao longo do tempo, o nosso cabelo sofre com diversos danos. As agressões diárias da poluição, sol, vento, umidade, tinturas, alisamentos, aparelhos que emitem ondas de calor, atrito com vários materiais, como escova, toalha e fronha, são algumas das causas que podem colaborar para que a fibra capilar fique porosa, com frizz e sem vida. O que talvez você não imagina, é que também o estresse afeta cabelo. Quer saber mais sobre o que esse estado emocional pode fazer com seus fios? Confira!

O estresse afeta cabelo?

Primeiro é preciso entender como se classifica esse sintoma. O estresse é um estado gerado pela percepção de estímulos que provocam a excitação emocional e que leva o organismo a disparar um processo de adaptação caracterizado pelo aumento da secreção de adrenalina.

O estresse pode causar problemas físicos e psicológicos, como impaciência, preocupação, irritação, oleosidade da pele, olheiras e queda de cabelo. Segundo a dermatologista Carla Vidal, a explicação para a queda capilar é que o estresse compromete a circulação sanguínea, dificultando a fixação dos fios no couro cabeludo. “Além disso, o aumento do estriol, substância que dificulta a nutrição capilar, enfraquece os fios, contribuindo para o aumento da queda deles”, explica.

O estresse ainda pode colaborar com o aumento da oleosidade na raiz do cabelo, propiciando o aumento da caspa e consequentemente a queda capilar.

Não existe nada comprovado que o estresse colabore para o surgimento dos cabelos brancos. O que a ciência explica é que o branqueamento dos fios é determinado por herança genética. Mas o estresse pode provocar uma aceleração no processo de envelhecimento das fibras capilares. Os cabelos grisalhos podem aparecer antes do previsto se a pessoa está com o estado emocional alterado.

Dicas para evitar a queda dos fios

Alguns hábitos e cuidados podem ajudar a minimizar a queda capilar e a oleosidade dos fios. São eles:

• Melhore sua alimentação. Carnes, ovos, leite e derivados são proteínas que ajudam os fios a crescerem mais fortes e bonitos. O baixo consumo deles pode deixar o cabelo sem brilho, sujeito à quebra e a queda;
• Para diminuir a oleosidade dos fios, tente usar produtos específicos para combater esse problema;
• Passe o condicionador e produtos hidratantes apenas no comprimento do cabelo. Aplicá-los na raiz pode deixar o couro cabeludo oleoso;
Enxágue muito bem os fios. Os resíduos acumulados no couro cabeludo podem causar caspa;
• Evite prender os cabelos ainda úmidos. Espere secar naturalmente ou use um secador. Mas não se esqueça de passar um protetor térmico antes para blindar os fios das altas temperaturas;
• Se for preciso, tente evitar tinturas e alisamentos enquanto a caspa não some.

A dermatologista alerta que para tratar o estresse é preciso buscar médicos especialistas no assunto: “O tratamento da queda do cabelo precisa ser feito baseado no diagnóstico. Sendo estresse a causa, o paciente precisa buscar ajuda não só de um dermatologista, mas também de um psicólogo que possa ajudar na questão do estresse”, alerta.

Dicas de produtos

Para tratar a caspa que é um dos fatores para a queda capilar, procure usar produtos específicos para esse problema. O Shampoo Clear Hidratação Intensa e o Condicionador Clear Hidratação Intensa ajudam a hidratar o couro cabeludo e cabelos ressecados. Eles ativam a camada de proteção natural do couro cabeludo, combatendo a caspa. E para ajudar a retardar o envelhecimento dos fios, sugerimos o Creme De Tratamento Dove Advanced Hair Series Regenerate Nutrition, que auxilia na reposição dos nutrientes perdidos e na reconstrução da fibra capilar.