12 cuidados que você deve ter com o cabelo oleoso

Descubra as características, as causas (e os benefícios!) do cabelo oleoso e pegue 12 dicas de como manter a oleosidade excessiva da raiz sob controle

Ter cabelo oleoso é bom ou ruim? A oleosidade forma uma película em volta do cabelo que protege o fio da perda de água – e isso pode significar fios mais hidratados e bonitos.

O problema começa quando o excesso de oleosidade dos fios deixam o cabelo com aspecto sujo e pesado, não é mesmo? Por isso, vamos te ajudar a identificar se o seu cabelo é oleoso, algumas possíveis causas e dicas do que fazer para controlar o seu cabelo oleoso no dia a dia. Continue com a gente!

Você sabe se tem cabelo oleoso? A oleosidade excessiva não é um problema que afeta apenas a pele, mas também os cabelos. Esse tipo de fio tem algumas características próprias, que podem ser causadas por fatores naturais, externos ou até por maus hábitos. Conheça as principais particularidades dos cabelos oleosos:

  • Excesso de oleosidade no couro cabeludo, mas também na extensão dos fios;
  • Tendência para desenvolver caspaque pode levar à queda de cabelo;
  • Aspecto constante de cabelo sujo e pesado, mesmo com lavagens frequentes;
  • Fios exageradamente brilhantes, com a sensação de estarem “grudados” e sem movimento.

O que causa excesso de oleosidade no cabelo?

Mas como  saber se o cabelo é oleoso? As causas da oleosidade excessiva do couro cabeludo e dos fios podem ser várias, mas listamos a 10 mais comuns para te ajudar a identificar se é o seu caso:

  1. Fatores de herança genética ou desequilíbrios hormonais;
  2. Má alimentação e consumo insuficiente de água;
  3. Resíduos de produtos e lavagem incorreta dos fios;
  4. Lavar o cabelo em excesso ou não lavar o suficiente;
  5. Transpiração exacerbada;
  6. Excesso de procedimentos químicos no cabelo;
  7. Lavar o cabelo com água muito quente;
  8. Usar na raiz produtos que são indicados apenas para o comprimento dos fios;
  9. Efeito rebote – quando o organismo tenta repor a oleosidade combatida nas lavagens;
  10. Passar a mão nos cabelos com frequência.
Mulher loira com cabelo oleoso e pele oleosa
Foto: Unsplash

12 dicas para lidar com o cabelo oleoso

Veja nossas dicas práticas para manter a oleosidade do couro cabeludo sob controle e até – quem sabe – acabar com o problema de quem tem cabelos oleosos! São 12 truques simples que você pode adotar no dia a dia e incluir desde já na sua rotina de cuidados, para ter cabelos lindos, limpos e leves – sem pesar:

1. Evite lavar o cabelo com água quente

A água quente remove excessivamente a oleosidade do cabelo e o efeito inverso acontece: os fios produzem ainda mais sebo para compensar a perda. Por isso, na hora de tomar banho, prefira deixar a temperatura da ducha em água fria ou morna.

Outra dica é massagear o couro cabeludo e os fios suavemente durante a lavagem, sem esfregar. A massagem excessiva e com muita força pode estimular ainda mais a produção de oleosidade.

2. Use shampoos adequados para fios oleosos

No dia a dia, invista em shampoos anticaspa ou shampoos para fios oleosos, que contêm ácido salicílico ou óleo de melaleuca. O shampoo anticaspa, por exemplo, tem ação anti-inflamatória e age retirando o excesso de oleosidade e  a caspa, inflamação que pode surgir pelo excesso de sebo no couro cabeludo.

Prefira os shampoos transparentes e evite shampoos com propriedades muito hidratantes!

Vale testar: Shampoo Anticaspa Clear Hidratação Intensa e Shampoo Anticaspa Clear Detox Diário.

O shampoo de limpeza profunda – também chamado de shampoo antirresíduos – é igualmente importante para o combate à oleosidade, porque remove o excesso de sebo na raiz. Ele também abre as cutículas (camada mais externa dos fios), removendo resíduos de finalizadores e poluição. Mas atenção: use o produto apenas uma vez por semana.

3. Use o condicionador do jeito certo

Quem tem cabelo oleoso deve usar condicionador? Deve, mas aplique uma pequena quantidade do produto apenas no comprimento e nas pontas – nunca na raiz!

Certifique-se também que removeu 100% do produto antes de sair do chuveiro, já que o excesso residual pode aumentar a oleosidade das madeixas. Se o seu cabelo é muito curto, você pode até pular essa etapa!

Experimente: Condicionador Clear Hidratação Intensa.

Veja também: Mitos e verdades sobre o uso do condicionador para cabelo oleoso

4. Ajuste a frequência de lavagens

Quem tem cabelo oleoso tem que lavar todos os dias? Não necessariamente. A lavagem excessiva pode causar efeito rebote: quando o cabelo se torna cada vez mais oleoso com o passar do tempo.

Isso ocorre porque, com tantas lavagens, o organismo entende que falta óleo no couro cabeludo e, para corrigir o problema, acaba produzindo cada vez mais oleosidade. Curioso, né?

Lavar o cabelo dia sim, dia não pode ser o mais indicado, mas também não precisa ser necessariamente uma regra. Lave o cabelo apenas quando os fios estiverem realmente sujos e começarem a incomodar – de preferência com produtos específicos para esse tipo de cabelo.

5. Evite produtos com álcool na fórmula

O álcool como ingrediente nos produtos pode até parecer uma boa ideia, já que ele tem o poder de deixar os fios mais sequinhos. Mas não se engane: essa substância bastante presente em produtos como gel, spray fixador e mousse acaba desidratando (e muito) os fios, provocando novamente o efeito rebote – sobretudo quando aplicado na raiz.

7. Aposte em tratamentos detox

Invista em tratamentos detox para o couro cabeludo. O objetivo é aliar máscaras esfoliantes a shampoos de limpeza profunda para eliminar resíduos de poluição, caspa e oleosidade do couro cabeludo. Contribuem ainda para o crescimento saudável dos fios, ou seja, são uma solução completa para quem deseja tirar oleosidade do cabelo!

Experimente também: o shampoo e condicionador da linha TRESemmé Detox Capilar são ótimas alternativas de produtos com uma proposta detox.

 

8. Reduza a temperatura do secador

Se você é adepta do secador, use o aparelho com jato morno e seque bem a raiz do cabelo. Assim como acontece com a água quente, a temperatura muito alta aumenta a produção de sebo na região. Melhor evitar!

9. Faça do shampoo a seco um aliado

Se você tem um evento de última hora, não tem tempo para lavar os cabelos e a oleosidade está “gritando”, melhor borrifar shampoo seco na raiz! Mas lembre-se: essa é uma medida pontual e não substitui o uso do shampoo e condicionador convencionais no dia a dia.

Couro cabeludo antes e depois do uso do shampoo seco
Antes e depois do uso do shampoo seco.

Nossas sugestões: Shampoo a Seco TRESemmé Day 2 Original e Shampoo a Seco Dove Care On Day 2.

10. Deixe os fios secarem naturalmente

Você já aprendeu como usar o secador para evitar que seus fios fiquem muito oleosos. Porém, vale ressaltar que o ideal é deixar o cabelo secar sem o uso de fontes de calor, como o secador. Faz mesmo diferença, viu? Aqui, a lógica é a mesma da água quente: altas temperaturas, oleosidade a mil. Procure deixar os fios secarem naturalmente!

11. Esqueça o creme de pentear

Produtos e cremes leave-in não são indicados para fios oleosos. A dica para facilitar na hora de desembaraçar é condicionar bem enquanto estiver lavando no chuveiro. Prefira produtos que promovam uma hidratação mais intensa, o que irá ajudar nesse processo.

12. Tenha bons hábitos para evitar cabelo muito oleoso

Além de uma rotina de cuidados, existem alguns bons hábitos que você pode adotar no dia a dia para evitar que o cabelo fique muito oleoso. Evite esfregar o cabelo na toalha para secar, por exemplo. Passar as mãos nos fios durante o dia e escovar muito o cabelo também podem estimular a produção de oleosidade, ou seja, evite a todo custo!

Ficar muito tempo com a toalha molhada na cabeça também pode aumentar a oleosidade, tal como usar muitos chapéus, toucas e bonés. Outra coisa que pode piorar o quadro de oleosidade do cabelo é ficar muito tempo com a cabeça exposta ao sol, sabia?

Principais dúvidas sobre cabelo oleoso

Ainda restam dúvidas sobre como a oleosidade excessiva pode afetar a pele e os cabelos? Tudo Pra Cabelo respondeu às principais questões. Veja!

Cremes faciais podem aumentar a oleosidade do cabelo?

Sim! Tenha em consideração que alguns cremes para a pele do rosto – especialmente os focados em hidratação intensa, que tendem a ser mais oleosos – podem gerar um aumento da oleosidade no couro cabeludo e na extensão dos fios.

O que fazer para diminuir a oleosidade do rosto e cabelo?

Nesse caso, o ideal é apostar em produtos que sejam adequados para pele oleosa e cabelos oleosos, que normalmente têm uma textura e ingredientes mais adequados para quem precisa lidar com a oleosidade excessiva.

Como tirar oleosidade do cabelo sem ressecar?

Seu cabelo é oleoso na raiz, mas com as pontas secas? Para manter a oleosidade do cabelo sob controle, ao mesmo tempo que tira proveito do benefício de reter a água dos fios, sem ressecar, o mais indicado é apostar num cronograma capilar personalizado e adequado para cabelos oleosos.

O cabelo oleoso também precisa de hidratações frequentes – já que os tratamentos são indicados para serem aplicados na extensão dos fios e nas pontas, nunca na raiz. Por isso, não abra mão de um cronograma capilar com opções específicas para hidratar, nutrir e reconstruir – no momento certo, com os produtos certos. Monte agora o seu!

Cabelo cacheado e crespo também pode ser oleoso?

Embora esses tipos de fios sejam naturalmente mais secos, as meninas cacheadas e crespas também podem sentir a raiz mais oleosa às vezes. E para esses casos também há solução! Nossa dica é usar o co-wash.

Se você não conhece o co-wash, essa é uma técnica para limpar os fios em que apenas o condicionador é usado. A fórmula desses produtos é livre de sulfato, que deixa o cabelo lindo, além de limpo e leve.

Dica de produto: o Creme de Limpeza Seda Boom Liberado é ideal para fazer co-wash no cabelo cacheado ou crespo!

Artigo anterior
Artigo seguinte
Decoration image
Decoration image