9 cuidados que você deve ter com o cabelo oleoso

Muita gente sofre com a oleosidade no couro cabeludo. Veja o que fazer para evitar que o problema aconteça e combatê-lo. 

Antes de mais nada, é preciso admitir: a oleosidade produzida no couro cabeludo não é de todo mal. Ela forma uma película em volta do cabelo que protege o fio da perda de água – e isso pode significar fios mais hidratados e bonitos. O problema é quando há o excesso de oleosidade os fios ficam com aspecto sujo e pesado. Por isso, separamos algumas dicas e cuidados simples, porém eficientes, para você controlar o seu cabelo oleoso.

1. Fuja da água quente

A água quente remove excessivamente a oleosidade do cabelo e o efeito inverso acontece: os fios produzem ainda mais sebo para compensar a perda. Por isso, na hora de tomar banho, prefira deixar a temperatura da ducha em água fria ou morna.

2. Opte por shampoos especiais

No dia a dia, invista em shampoos anticaspa ou shampoos para fios oleosos, que contêm ácido salicílico ou óleo de melaleuca. O shampoo anticaspa, por exemplo, tem ação anti-inflamatória e age retirando o excesso de oleosidade e  a caspa, inflamação que pode surgir pelo excesso de sebo no couro cabeludo.

Vale testar: Shampoo Anticaspa Clear Hidratação Intensa e Shampoo Anticaspa Clear Detox Diário.

3. Use o condicionador do jeito certo

Na hora de condicionar o cabelo, aplique uma pequena quantidade do produto apenas no comprimento -nunca na raiz! – e tenha certeza de que tirou dos fios 100% do produto antes de sair do chuveiro.

Experimente: Condicionador Clear Hidratação Intensa.

4. Invista no shampoo de limpeza profunda

O shampoo antirresíduos também é importante para o combate à oleosidade, porque remove o excesso de sebo na raiz. Ele também abre as cutículas (camada mais externa dos fios), removendo resíduos de finalizadores e poluição. Use o produto uma vez por semana.

5. Lave o cabelo só quando incomodar

Quem tem cabelo oleoso tem a mania de achar que quanto mais se lava os fios, menos oleosos eles ficam. Mas isso não é verdade. Na verdade, o que acontece é justamente o efeito rebote: o cabelo se torna cada vez mais oleoso com o passar do tempo. Isso ocorre porque, com tantas lavagens, o organismo entende que falta óleo no couro cabeludo e, para corrigir o problema, acaba produzindo-o cada vez mais.

A regra de lavar o cabelo dia sim, dia não também não precisa ser necessariamente uma regra. Lave o cabelo apenas quando os fios estiverem sujos e começarem a incomodar, de preferência com produtos específicos para esse tipo de cabelo.

6. Prefira produtos sem álcool

O álcool como ingrediente nos produtos pode até parecer uma boa ideia à primeira vista para cabelos oleosos, já que ele tem o poder de deixar os fios mais sequinhos. Mas não se engane: a substância bastante presente em produtos como gel, spray fixador e mousse desidrata (e muito) os fios, provocando novamente o efeito rebote, sobretudo quando aplicado na raiz.

7. Aposte em tratamentos detox

Tratamentos que aliam máscaras esfoliantes a shampoos de limpeza profunda eliminam os resíduos de poluição, caspa e oleosidade acumulados no couro cabeludo e contribuem para o crescimento saudável dos fios. Boa opção no combate ao cabelo oleoso!

8. Não descuide do secador

Se você é adepta do secador, use o aparelho com jato morno e seque bem a raiz do cabelo. Assim como acontece com a água quente, a temperatura alta aumenta a produção de sebo na região. Melhor evitar!

9. Use shampoo a seco de vez em quando

Se você tem um evento de última hora, não tem tempo para lavar os cabelos e a oleosidade está “gritando”, melhor borrifar shampoo seco na raiz! Mas, lembre-se: essa é uma medida emergencial, já que o spray também deixa resíduos no couro cabeludo e o seu uso diário pode agravar o problema.

Nossas sugestões: Shampoo a Seco TRESemmé Day 2 Original e Shampoo a Seco Dove Care On Day 2.