Transformações no cabelo durante a gestação: tire suas dúvidas

All Things Hair | 11 agosto 2016

Nessa fase, os fios ficam naturalmente mais bonitos e fartos. ôba! 

 

Embora a atenção esteja concentrada no crescimento da barriga, a gestação representa uma revolução em todo o corpo, da cabeça aos pés. A variação hormonal que ocorre para garantir a formação do bebê beneficia os cabelos da mãe.  Ocorrem transformações no cabelo durante a gestação  e elas resultam em fios mais brilhosos,  fortes e fartos. “Essa questão está ligada ao aumento da prolactina e da progesterona”, afirma a dermatologista Dra. Bel Takemoto, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica.

A prolactina é o hormônio que estimula a produção de leite pelas glândulas mamárias e a progesterona é essencial para o equilíbrio do ciclo ovariano. Ao mesmo tempo em que eles estão em alta, os hormônios masculinos estão em queda, diminuindo a oleosidade e a queda de cabelo.

Normalmente, um fio maduro dura duas semanas preso ao couro cabeludo, porém, durante a gestação, sua vida é prolongada. Por isso é comum as grávidas perceberem seus cabelos mais cheios. Enquanto, em média, um adulto saudável perde 100 fios de cabelo por dia, as gestantes permanecem com a maior parte dos fios em constante estado de crescimento, daí o perceptível aumento do volume.

Mulher mostra as transformações no cabelo durante a gravidez
O ciclo do cabelo é alterado, e os fios permanecem firmes por mais tempo.

Ótimas transformações no cabelo durante a gravidez

Cabelo mais sadio, cheio e brilhoso. Será possível prolongar esse aspecto para além da gravidez? Não exatamente.  “É importante ter cuidados diários, alimentação adequada e tratamentos dermatológicos da fase de queda que acontece no pós-parto”, explica a dermatologista. Ou seja, caprichar na hidratação e nutrição dos fios nessa fase, com bons produtos, e não descuidar da alimentação são imperativos para manter os fios bonitos depois do parto. Mas, ao mesmo tempo, não tem jeito: o volume diminuirá, quando os hormônios voltarem ao nível normal.

Muita gente se assusta com a queda de cabelo pós-gravidez. Mas ela já é esperada. Cerca de quatro meses após o parto, o re-equilíbrio hormonal afeta os folículos capilares. Os fios que persistiram em constante crescimento nos meses anteriores, passam a cair, para dar lugar a novos. A quantidade de hastes capilares perdida,  contudo, é superior à média daqueles 100 fios que todo mundo perde diariamente.  Nessa fase, o ideal é procurar um dermatologista, para averiguar se a causa da queda é mesmo essa, natural, ou se é decorrência de algum problema.

Volume vai diminuir após o parto (mas tudo bem!)

Seja qual for o motivo, é possível passar pela diminuição dos fios, depois do nascimento do bebê, com calma. Informações corretas ajudam, assim como produtos de qualidade e alimentação balanceada — importante, antes de tudo, para uma amamentação saudável.

Sugestão de produtos: Shampoo Clear Suavidade & Brilho ajuda a manter o couro cabeludo saudável; Condicionador Seda Crescimento Saudável é um auxílio para fortalecer os fios e o  Óleo Nexxus Oil Infinite tem propriedades hidratantes e condicionantes, para um cabelo forte e sem frizz. 

A perda dos fios é mais fácil de se notar na hora de lavar o cabelo ou de penteá-lo. Isso porque, muitas vezes eles já se desprenderam do couro cabeludo e estão apenas “aguardando uma forcinha” para se caírem. Embora esse momento possa ser assustador, é importante se lembrar de que  essa transformação capilar é parte de um ciclo natural.

Como ele é programado, fica mais fácil se livrar do susto. A queda tem hora para começar, mas também para terminar. No quinto ou sexto mês depois de o bebê nascer, os fios maduros passam a permanecer presos ao couro cabeludo por duas semanas, a mesma média de antes da gravidez.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.