Mitos e verdades sobre o cabelo molhado

Ana | 23 junho 2016

Será que realmente faz mal dormir de cabelo molhado? E pentear os fios logo que você sai do banho? Aqui você consegue esclarecer essas e outras dúvidas.

Cabelo molhado é um assunto que costuma gerar muitas dúvidas. Afinal, é melhor pentear os fios ainda molhados ou melhor esperar secar? Deve-se pentear o cabelo de baixo para cima ou de cima para baixo? Sair com o cabelo molhado no vento realmente gera mais frizz? Confira aqui mitos e verdades.

Cabelo molhado absorve melhor os produtos finalizadores

Mito e verdade. Nem seco, nem molhado: na verdade, o cabelo úmido é o melhor momento  da rotina de cuidados para aplicar produtos finalizadores de tratamento sem enxágue, como leave-ins, séruns antifrizz e óleos vegetais, que conseguem penetrar melhor nas cutículas capilares (parte externa do fio).

Dica de produto: Dove Serum-in-oil Advanced Hair Series Regenerate Nutrition, para usar no cabelo úmido.

Mas o mesmo não vale para o condicionador, por exemplo. Isso porque é ele o produto responsável por fechar as cutículas e, dessa maneira, proteger os fios das agressões externas e manter a hidratação natural dos fios dentro da fibra capilar.

Dica de produto: Seda Condicionador Hidratação Antinós, para usar no cabelo molhado durante o banho.

Esfregar a toalha no couro cabeludo faz mal para os fios

Verdade, e não só no couro cabeludo, mas no comprimento como um todo. O cabelo é muito mais frágil quando molhado e, por consequência, muito mais suscetível à quebra. Isso acontece porque as cutículas ainda ficam entreabertas com o peso da água e vão se fechando conforme os fios secam. Quando se esfrega a toalha com muita força no couro cabeludo e nos fios, as cutículas continuam abertas e, logo, mais expostas à perda de água e ao ambiente. Acredite, até o tecido da toalha importa: prefira os modelos de microfibra, que são mais suaves que os de algodão, por exemplo.

Pentear o cabelo molhado é mais recomendado do o cabelo seco

Mito. De novo, o cabelo seco é mais protegido que o molhado. Por isso, evite pentear os fios no banho, momento que eles estão mais expostos. Além disso, a direção na hora de desembaraçar importa e muito. Comece sempre das pontas para a raiz e nunca o contrário. Assim você não puxa todos os nós para as pontas e evita as tão indesejadas pontas duplas.

Não tem problema prender o cabelo molhado

Mito. Além de deixar o cabelo todo marcado por causa da pressão que o elástico faz no cabelo molhado (e mais frágil, vale lembrar), há outros problemas. O primeiro deles é que como os fios não conseguem secar por completo, cria-se um ambiente úmido perfeito para a proliferação de fungos relacionados com a caspa. Segundo motivo: como o cabelo está mais frágil quando molhado o fato de puxá-lo para criar um penteado pode deixar a raiz mais fraca.

Dormir de cabelo molhado faz mal para os fios

Verdade. Cabelo molhado e travesseiro quente não combinam de novo pelo fato de criarem um ambiente propício para a proliferação de fungos relacionados à caspa. Evite!

Sair com o cabelo molhado no vento aumenta o frizz

Verdade. Lembra que o cabelo ainda está exposto? O vento atua aqui como agressão externa que vai desorganizar a estrutura das cutículas. Por isso, não se esqueça de aplicar produtos finalizadores protetores quando sair do banho e protetor térmico, se decidir usar o secador.

Sugestão de produto: Creme Para Pentear Seda Liso Extremo, para diminuir o frizz e ajudar a proteger os fios do calor do secador e do raios UV.