Efeito rebote em cabelos oleosos: o que é e como evitar?

Te contamos como contornar o problema e quais os melhores produtos para fios oleosos.

O efeito rebote em cabelos oleosos é uma reclamação comum entre as pessoas com fios desse tipo. Mas o que é o problema? “O efeito rebote é quando algo que é tratado retorna e, na grande maioria das vezes, pior do que era anteriormente. Como, por exemplo, o tratamento de um cabelo oleoso com um produto que apenas mascara a oleosidade e agride o couro cabeludo. No momento fica bom, mas posteriormente a situação fica pior”, explica Márcio Accordi, especialista em cosméticos.

Por isso, para você que tem a raiz oleosa, lavar os fios todos os dias não necessariamente significa diminuir a oleosidade. Dependendo dos produtos que você usar, o problema pode ser agravado.

Escolha os produtos certos

Talvez usar shampoo e condicionador para cabelos oleosos não seja suficiente para evitar o efeito rebote. “Shampoos livres de sulfato ou com tensoativos de origem vegetal, “low poo” ou com baixo poder de detergente são indicados. Também deve-se usar um condicionante com óleos vegetais, que condicionam e mantém a oleosidade em equilíbrio”, ensina Márcio.

Isso porque, segundo o especialista, “a quantidade de detergência em determinados shampoos é associada a uma qualidade inadequada, pois muitos dos tensoativos (detergente do shampoo) tem sua origem de petróleo. Isso prejudica o couro cabeludo, causa dermatites, deixa os cabelos ásperos e muito secos, o que para muitos, dá a impressão de que shampoo resolveu o problema da oleosidade, porém a biologia do corpo produz mais óleo para compensar todo este ressecamento”, indica.

Sugestão de produto: Para esse cuidado diário, indicamos a dupla de shampoo e condicionador TRESemmé Detox Capilar.

Ah! E engana-se quem pensa que quanto mais espuma fizer o shampoo, melhor o produto vai limpar os fios. Inclusive, esse é uma das razões de ocorrer o efeito rebote em cabelos oleosos. “Espuma em excesso significa excesso de detergentes. O que não foi usado do detergente, vira espuma, e as pessoas tem a ilusão de que quanto mais espuma mais lavado os fios estão e mais controlada a oleosidade, e isso não é verdade”, desmente o profissional.

modelo de cabelo preto liso e longo

Portanto, Márcio aconselha que se busque shampoos com extratos botânicos, como o de jaborandi, abacate, calêndula e alecrim. “O piritionato de zinco também ajuda muito no controle da oleosidade. O óleo de copaíba aumenta o brilho e também ajuda no controle de fungos, para que o excesso da oleosidade não aumente a proliferação de fungos no couro cabeludo, originando a caspa e dermatites. O shampoo deve ser bem hidratante também, pois geralmente cabelos oleosos tem sofrido muito com o uso de shampoos com alto poder de detergência e isso causa o ressecamento, deixando o couro cabeludo e cabelo desidratado, sem brilho e áspero”, aconselha.

E lavar os cabelos todos os dias, pode?

Pode sim. Muita gente acredita que um dos problemas que causam o efeito rebote em cabelos oleosos é o fato de lavá-los todos os dias, mas isso não é verdade. Não existe problema de lavar os cabelos todos os dias. “O que pode acontecer na lavagem dos cabelos oleosos diariamente é o uso de produtos inadequados e com um poder de detergência muito forte, e isso sim causa o efeito rebote”, conta o profissional.

modelo de cabelo médio liso e ruivo

E o condicionador, diferente do que alguns pensam, também está liberado! Basta tomar cuidado para não usar o produto na raiz. “O ideal é optar por condicionantes com extratos e óleos vegetais para além de condicionar, equilibrar a oleosidade e repor vitaminas no couro cabeludo”, finaliza o especialista.

Sugestão de produtos

Não se engane: fios oleosos também pedem hidratação. Sugerimos o Máscara De Tratamento TRESemmé Expert Detox Capilar, que tem fórmula com uma mistura de ingredientes botânicos, como chá verde e gengibre, que colaboram nos cuidados das cutículas enfraquecidas e danificadas.