Conheça os benefícios do pente de madeira

Entenda de vez como o material ajuda a diminuir o frizz do cabelo e a manter o formato do cachos.

Você provavelmente já ouviu falar que o pente de madeira é a melhor opção na hora de desembaraçar o cabelo e deixá-la com menos frizz. Mas será que sabe realmente por que isso acontece? “O frizz é a repulsão entre um fio e outro, que gera uma pequena carga elétrica natural que pode ser vista a olho nu: são os fios arrepiados. Os pentes de madeira não produzem eletricidade estática e evitam que os fios fiquem em pé, ao contrário de escovas de metal e plástico”, explica a dermatologista Carla Albuquerque, de São Paulo.

Segundo a especialista, o pente de madeira pode ser benéfico para todos os tipos de cabelo, em especial para cabelos cacheados e crespos. “No entanto, o mais indicado nesse caso é o pente de madeira com dentes largos, que quebram menos os fios e ajudam a manter as formas dos cachos”, complementa Carla.

Nesse caso, fica mais fácil desembaraçar com o cabelo ainda úmido depois da aplicação de um creme de pentear ou creme leave-in específico para esse tipo de cabelo, já que que facilita o deslizar do pente entre os fios. “Sempre das pontas para cima para não quebrar os fios e desfazer os cachos naturais”, recomenda Tatiana di Perrelli, dermatologista de São Paulo.

Sugestão de produtos: Se seu cabelo é cacheado ou crespo, invista em cremes de pentear ou leave-ins levinhos, para deixar os fios não apenas desembaraçados, mas também soltos e com movimento. O Creme De Pentear TRESemmé Selagem Capilar Crespo Original, com manteiga de karité na fórmula, ou o Creme Leave-in Nexxus Emergencée, com colágeno marinho, são boas escolhas. Aposte sem medo de deixar o cabelo pesado ou com aspecto oleoso.

E não são só as mulheres cacheadas que tem benefícios extras com o pente de madeira. Ele também é o mais indicado para cabelos finos. “Um cabelo sem eletrostática não embaraça com tanta facilidade, pois os fios não se prendem uns aos outros. Além disso, a maioria dos pentes de madeira possuem dentes afastados, o que diminui a chance de quebra dos cabelos ao se desembaraçar”, continua Tatiana. Ela acrescenta ainda que eles também ajudam a distribuir melhor a oleosidade do couro cabeludo pelos fios.

Pente de madeira x Pente de plástico

Mas se o pente de madeira é tão benéfico para os cabelos, por que ainda existem as versões de plástico? “A maior desvantagem é que, como se trata de um material orgânico, há a chance de proliferação de fungos e bactérias”, alerta Tatiana di Perrelli. Para evitar essa situação, que prejudica ao mesmo tempo o tempo de duração do pente e a saúde fios, deve-se ficar atentar à secagem do material, que deve ser realizada em um local seco. Em outras palavras, nada de pentear os fios no banho e deixá-lo secando na prateleira do banheiro, ok?

Por outro lado, o plástico, além de carregar eletrostática e deixar os cabelos mais arrepiados, pode também  atrair mais poluição do ar e partículas suspensas para os fios. “O resultado é um cabelo pesado e com aparência de sujo”, completa a dermatologista. Por isso, não hesite em apostar em shampoos com ativos refrescantes, que cuidam não apenas da limpeza do comprimento e pontas, mas principalmente do couro cabeludo.

Sugestão de produto: O Shampoo Clear Limpa & Purifica alimenta o couro cabeludo com 10 nutrientes e ainda ativa sua proteção natural, tudo isso sem deixar o cabelo pesado.