É verdade que a caspa aumenta no inverno?

All Things Hair | 19 junho 2016

Entenda por que a caspa aumenta no inverno e veja quais os hábitos que estão prejudicando a saúde do seu cabelo

O nome científico é dermatite seborreica, mas é como caspa que as indesejáveis partículas brancas que surgem no couro cabeludo são popularmente conhecidas. O problema nada mais é do que uma inflamação do couro cabeludo que provoca descamação na pele, a grande responsável pelos famosos pontinhos brancos. A caspa aumenta no inverno e atinge cerca de 40% da população brasileira.

Por que a caspa aumenta no inverno?

Além da descamação da pele, em alguns casos, a caspa pode provocar coceira, ardência e vermelhidão. Embora este seja primordialmente um problema de fundo genético, fatores emocionais, estresse e maus hábitos podem intensificar o problema.

Os maus hábitos, aliás, são os grandes responsáveis pelos quais a caspa aumenta no inverno. Um dos maiores problemas decorrentes da mudança de comportamento neste período do ano é a lavagem dos fios com água mais quente, assim como o uso mais frequente de secador de cabelos. O contato excessivo com o calor acaba ressecando o couro cabeludo, o que faz com que as glândulas sebáceas produzam mais sebo, interferindo na oleosidade do couro cabeludo.

A ingestão de alimentos mais gordurosos, como chocolates e foundues, típicos do inverno, também pioram o estado seborreico, porque isso também estimula a produção excessiva de oleosidade, desequilibrando o funcionamento das glândulas responsáveis por nutris os fios.

Como eliminar o problema?

De modo geral, aliviar a caspa durante o inverno exige mais uma mudança de hábitos do que um  tratamento médico. Por isso, a primeira providência é controlar a temperatura da água. Um banho quentíssimo pode ser reconfortante no frio, mas não compensa a inconveniência de sair por aí com os pontos brancos visíveis na cabeça até nas roupas. Prefira regular o chuveiro para morno. O mesmo vale para o secador. Aliás, diminuir a frequência de uso também ajuda na prevenção e na correção do problema.

Outra solução é adotar um shampoo anticaspa que, além de limpar os fios, tem como função diminuir a oleosidade.

Mais uma dica importante: nunca durma com os cabelos molhados e espere que sequem antes de prendê-los com elástico ou abafar o couro cabeludo com o uso de bonés, lenços e chapéus. Isso torna seu couro cabeludo um ambiente propício para a proliferação de fungos e bactérias.

Mudar a alimentação também é essencial para quem deseja diminuir a incidência da dermatite seborreica durante o inverno. Portanto, neste sentido, dê preferência a uma alimentação balanceada e privilegie verduras e legumes no lugar das frituras, por exemplo. Além disso, é imprescindível a ingestão de muita água, porque o líquido ajuda a livrar o corpo das toxinas, nocivas para o organismo.

Fique de olho

A caspa pode ser dividida em três graus de intensidade: leve, moderada e grave. A maior parte das pessoas tem um grau leve ou moderado, porém, há quem apresente um nível forte de incidência. Nestes casos, é importante procurar um dermatologista para avaliar o problema e indicar a intervenção mais adequada, que pode incluir medicamentos tópicos ou via oral.

Dicas de produtos

Um fato que todos podem concordar é que a caspa surge em qualquer época do ano e atinge todas idades e gêneros. Para resolver esse problema, o recomendado é usar produtos específicos que eliminam esses floquinhos brancos indesejáveis. O couro cabeludo enfraquecido deixa mais fácil o acúmulo de caspa, por isso sugerimos o Shampoo Clear Alívio da Coceira, para ajudar a resolver esse problema e ainda hidrata os cabelos. Para completar a hidratação, sempre poupando a raiz do cabelo, use Condicionador Lavanda e Bambu, que proporciona o condicionamento perfeito dos fios, e o Hidratante Diário Dove Reconstrução Completa, que dá uma força a mais à rotina de beleza de todo dia.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.