A partir de que idade pode pintar cabelo? Nós contamos!

O mais seguro é esperar até a puberdade, mas há outras formas de colorir o cabelo até de crianças. 

Crianças e pré-adolescentes vêm, constantemente, seus ídolos aparecerem com novas cores de cabelo em shows e programas de TV. Isso ajuda a despertar o desejo de meninos e meninas antes da puberdade pintarem seus cabelos. Mas será que a coloração é segura em quem ainda não chegou à adolescência? A partir de que idade pode pintar cabelo?

Antes de responder, é importante entender um pouco mais sobre como o cabelo passa por um processo de amadurecimento, assim como o restante do corpo. Desde que nascemos até a puberdade, o cabelo passa por transformações. É só nessa fase, no início da adolescência que os fios se tornam maduros e passam a ter as características que o acompanharão pela maior parte da vida.

Afinal, a partir de que idade pode pintar cabelo

Colorir o cabelo é algo para quem já tem o cabelo maduro. Ou seja: o procedimento é apropriado para adolescentes e adultos. Até porque os produtos químicos usados na coloração são formulados visando esse público-alvo.

Quais são os problemas que podem ocorrer, caso uma criança tenha o cabelo colorido? E, pior ainda, qual a contraindicação de os fios dos pequenos serem descoloridos — procedimento, geralmente, ainda mais agressivo?

Aí é que está: a forma como o cabelo ainda não maduro pode se comportar é imprevisível. Entre os problemas podem ser tantos, desde alergias até queda dos fios. Isso porque o cabelo antes da puberdade é mais delicado. Até o couro cabeludo é mais frágil do que o dos adultos.

Na dúvida, não vale a pena arriscar a saúde da criança ou pré-adolescente, colorindo seus fios com os produtos indicados para adultos. Contudo, dá, sim para driblar o risco e oferecer aos pequenos (ou aos quase adolescentes) opções mais seguras. O resultado desses procedimentos é tão emocionante quanto a tinta convencional, para quem quer muito ter os fios coloridos, como seus heróis preferidos dos quadrinhos, Youtubers favoritos ou os astros da TV. Independentemente do tipo de tinta, o que interessa para eles é ” a partir de que idade pode pintar cabelo como meus ídolos?”.

Para pintar o cabelo até das crianças de modo seguro

Rodrigo Silva, colorista do salão Novo Arte, em São Paulo, explica que há, sim, formas seguras de colorir o cabelo de quem ainda não passou pela puberdade. “Numa criança, por exemplo, posso fazer apenas uma mechinha colorida, para deixá-la feliz com um novo visual”, explica ele. Mas não é uma forma qualquer de pintar uma mecha. O expert esclarece que toma algumas precauções, por causa da faixa-etária.

“Não vou descolorir. Dou uma distância segura da raiz, para que a química não toque no couro cabeludo de maneira nenhuma. Depois passo a colorir a mecha”, conta ele.

Em pré-adolescentes, aqueles que ainda não passaram pela puberdade mas estão quase lá, o colorista pode ir além de uma pequena mecha, tomando o cuidado de escolher tintas como alguns tipos de cores fantasia ou tinturas temporárias. Essas tintas têm menor poder de fixação e, em pouco mais de dez lavagens, o cabelo volta à cor natural.  

Outra forma segura e divertida de mudar a cor de crianças e pré-adolescentes, é usar spray de tintura. Nesse caso, fica muito mais fácil responder à pergunta: a partir de que idade pode pintar cabelo com tinta temporária? Basta checar o rótulo e conferir as indicações dos fabricantes, que, em geral, vão liberar o uso infantil. Os pequenos agradecem.

Sugestão de produtos: Creme De Tratamento Seda Ceramidas,  Óleo Nexxus Oil Infinite e Dove Pure Care Dry Oil, que ajudam a conquistar nutrição e hidratação profundas.