Queda capilar: o jeito certo de lavar o cabelo

Descubra os hábitos nocivos a evitar, na hora do banho, para não agravar o problema.

Perda de cabelo merece atenção. Entre as muitas iniciativas para lidar com o problema, lavar o cabelo do jeito certo ajuda a preservar os fios e, embora não seja um passo para a cura, ao menos, pode evitar que o quadro seja agravado.  O que já faz a dica valer a pena.

Aprenda a lavar o cabelo do jeito certo

De leve

Desembaraçar o cabelo antes de lavar e evitar massagear o couro cabeludo com muita força são dois conselhos dados pela dermatologista Bel Takemoto. Outros bons hábitos indicados por qualquer pessoa ao lavar os cabelos, devem ser levados ainda mais a sério em caso de queda capilar. “O couro cabeludo pode ser sensível às mudanças bruscas de temperatura, por isso é melhor lavar o cabelo em temperatura morna,  sem que ocorra desconforto”, indica Bel Takemoto.

Os produtos certos

A escolha do shampoo e do condicionador deve ser mais criteriosa, nesse caso. “Merece atenção as funções que o couro cabeludo e o cabelo estão recebendo, além das que normalmente esperamos desses produtos, como limpeza e condicionamento do fio, especialmente se há alguma doença”, explica a médica.

Para ajudar a aplacar o problema, sugerimos o Clear Shampoo Queda DefenseDove Condicionador Controle de Queda. Após a lavagem, opte pelo Seda Creme Para Pentear Liso Extremo para deixar os fios desembaraçados.

Sem resíduos

Enxaguar bem o cabelo é essencial, porque evita que os resíduos se depositem na raiz, causando oleosidade e até colaborando para o aparecimento de seborreia. Além de higienizar os fios adequadamente, nunca se esqueça de secá-los do jeito certo. Para isso, não faça movimentos fortes com a toalha, não torça as mechas, nem machuque o couro cabeludo de modo algum — ao contrário, prefira sempre movimentos suaves.  Se usar o secador, continue tratando os fios com delicadeza.

Médico de confiança

Um dermatologista de confiança pode auxiliar na escolha do shampoo e do condicionador, além de prescrever remédios, quando necessário. Mais importante: só um especialista pode fazer o diagnóstico e oferecer alternativas de tratamentos para o problema, que, mais comumente, é genético ou está ligado ao estado emocional e ao estilo de vida.

Quando a perda de fios se torna um problema

Normalmente, uma pessoa adulta perde entre 50 e 100 fios de cabelo por dia. Isso acontece por uma boa razão: a renovação capilar é constante. Como estão sempre nascendo novos fios, também são eliminados os que são mais velhos. Como se trata de um ciclo, nem percebemos a perda de meia ou uma centena de hastes capilares (outro nome para fios). Eles não fazem diferença no conjunto do cabelo.

Quando o cabelo cai exageradamente, em tufos, ou deixando um rastro de fios no travesseiro, por exemplo, é hora de procurar o médico. O problema acomete mais os homens, por estar ligado aos hormônios masculinos. Mulheres, quando têm queda de cabelo, costumam apresentar o problema após a menopausa, quando a ação dos hormônios femininos passa a ser mais fraca.

Estresse também é causador da calvície, especialmente se combinado a hábitos com o tabagismo e ingestão de álcool. Manter uma vida saudável é uma boa forma de manter a saúde do cabelo também. Embora não haja cura para a forma mais comum de calvície, aquela causada pela hereditariedade, existem diversas opções para melhorar o aspecto do cabelo e, para encontrar a que é melhor para você, converse com um médico de confiança.

Dicas de produtos

Como você leu, a maneira de lavar o cabelo é fundamental para não causar queda dos fios. E saber escolher os produtos que vão fazer a limpeza do couro cabeludo é tão importante quanto. Os cosméticos específicos para combater esse problema são os mais indicados, como o Shampoo Clear Queda Defense, que fortalece a raiz às pontas e o Condicionador Dove Controle De Queda, que combate até 95% a queda dos fios. Fica a dica!