Detox capilar: como fazer?

O que é o detox capilar, como fazer e quais são as vantagens e desvantagens: saiba abaixo!

Toda casa precisa de uma faxina de vez em quando e o mesmo acontece com seu cabelo. Com o tempo, alguns resíduos vão se acumulando no couro cabeludo e isso pode deixar os fios pesados e opaco. Quem tem tendência à oleosidade vai sentir que o problema se intensifica em certos momentos. Além de vários produtos, como cremes, leave-ins, protetores térmicos e até o próprio shampoo e condicionador, a exposição à poluição também colabora para essa aglomeração, que influencia diretamente na saúde e na beleza dos fios. É nessa hora que o detox capilar entra para resolver o problema.

O que é o detox capilar?

Assim como os tratamentos detox que ficaram famosos no mundo da alimentação, com sucos, sopas e cardápios voltados especificamente para a eliminação de toxinas ou substâncias que se acumulam ao longo do tempo e atrapalham o bom funcionamento do organismo, o detox capilar também serve para eliminar elementos que estão impedindo o couro cabeludo de trabalhar como deveria.

Esses resíduos de cosméticos ou partículas de poluição que ficam ainda que você lave os cabelos com frequência podem obstruir os poros, estimulando a produção de gordura e até deixando o crescimento do cabelo mais lento.

O objetivo do detox, feito em algumas etapas, é retirar essas impurezas por meio da lavagem, estimular a circulação na cabeça, para impulsionar o crescimento saudável dos fios, e, por último hidratar os fios, fornecendo vitaminas e nutrientes para as pontas ficarem macias e cheias de brilho.

Você precisa escolher um bom shampoo e condicionador para este processo. Sugerimos o Shampoo Expert Detox Capilar, de TRESemmé e o Condicionador Lavanda e Bambu, de Suave. Já para intensificar a hidratação, experimente a Máscara de Tratamento Emergencée, de Nexxus.

 Como fazer o detox capilar

O primeiro passo para fazer o detox capilar é escolher um shampoo antirresíduos de qualidade e aplicar nos cabelos, massageando a raiz com as pontas dos dedos, sem esfregar demais para não machucar o couro cabeludo. Se necessário, esse processo pode ser repetido duas vezes. O produto vai limpar profundamente os fios e retirar todas as impurezas.

Em seguida, enxágue a cabeça e aplique um esfoliante capilar. Atenção: receitas caseiras são perigosas porque, dependendo do ingrediente, podem não ter efeito e até causar reações alérgicas. O melhor mesmo é procurar cosméticos prontos, que tenham essa finalidade. É possível encontrar os esfoliantes em perfumarias, farmácias e até em alguns supermercados. Siga as instruções da embalagem e massageie novamente a pele do couro cabeludo. Essa etapa estimula a circulação no couro cabeludo, o que ajuda até no crescimento saudável dos fios.

Por último, escolha uma boa máscara, com vitamina B5, aminoácidos e elementos altamente hidratantes, como manteiga de karité ou óleo de argan, por exemplo, e aplique nas pontas dos cabelos, sem chegar perto da raiz. Espalhe mecha a mecha, para garantir que todas elas recebam a nutrição. Espere o tempo recomendado pelo fabricante e depois enxágue bem. Aí, é só secar os cabelos como de costume – se for usar secador, não se esqueça do protetor termoativado!

Quem não pode fazer o detox?

Como o detox envolve o uso de shampoo de limpeza profunda, o tratamento não é recomendado para quem faz tratamentos químicos, como escova progressiva ou alisamentos, porque, dependendo da versão do procedimento que você fez, a aplicação pode tirar o efeito mais rápido. Converse com seu cabeleireiro.

Se seu cabelo é muito ressecado, como no caso dos crespos e cacheados, o detox também pode ser arriscado, porque vai retirar a hidratação natural. Então, o melhor é optar por produtos mais suaves. O ideal, nesse caso, é procurar um especialista no seu tipo de fio e verificar o que ele recomenda para retirar o acúmulo de resíduos.