Cabelo sujo faz mal: mito ou verdade?

Amanda Miquelino | 31 julho 2016

Será que deixar o cabelo sujo faz mal? Quantos dias dá para pular a lavagem dos fios? Saiba tudo sobre o assunto aqui!

A vida, às vezes, é tão corrida que fica difícil encontrar tempo para as coisas mais simples, como, por exemplo, lavar a cabeça. E quando isso se repete por mais de dois dias seguidos? Os cabelos começam a aparentar a oleosidade e fica difícil controlar. Mas, será que além do aspecto, cabelo sujo faz mal?

Cabelo sujo faz mal: frequência ideal de lavagem

Não existe uma fórmula mágica, que se aplique a todas as pessoas. A frequência ideal de lavagem para manter os cabelos limpos, de maneira saudável, varia de caso para caso. Quem tem fios com tendência à oleosidade precisará lavar mais vezes, enquanto quem possui cabelos cacheados e crespos, que tendem a ficar mais ressecados, podem e até devem espaçar mais as sessões de higienização.

Outro fator que influencia muito é a rotina. Quem faz academia, pratica esportes, usa muito boné ou anda muito ao ar livre, sua mais e sentirá mais necessidade de lavar os fios diversas vezes por semana. Já quem passa a maior parte do tempo em ambientes fechados, com ar-condicionado, e se expõe pouco à poluição aguenta um espaçamento maior entre as higienizações. Escolha uma frequência com a qual você se sinta bem e use produtos adequados para o seu tipo de cabelo: isso é o mais importante.

Afinal, cabelo sujo faz mal?

Além do incômodo de os fios ficarem com aspecto grudado e oleoso, principalmente na região mais próxima do couro cabeludo, quando os cabelos estão sujos existem desvantagens, sim, para a saúde deles. A principal delas acomete principalmente quem tem tendência à dermatite seborreica – a famosa caspa. Quando a oleosidade se acumula, ela pode deixar a pele mais propensa à descamação, originando aqueles pontinhos brancos desagradáveis.

Outro problema de ficar com os cabelos sujos é que o acúmulo de resíduos e até do próprio sebo produzido pelas glândulas capilares é a obstrução dos poros, que podem interferir no crescimento saudáveis dos fios. Por isso, manter a higiene em dia é importante, sim.

E quando não dá para lavar?

Sim, cabelo sujo faz mal, mas nem sempre dá para lavar na frequência que você estabeleceu como ideal em algumas ocasiões. E isso não é motivo para desespero. A oleosidade não vai influenciar negativamente na saúde do couro cabeludo assim, de repente. Também é possível usar alguns truques para disfarçar o aspecto gorduroso da raiz. O mais usado é a aplicação do shampoo à seco, um spray que absorve parte do óleo.

A pomada ou texturizador em pó também tem a mesma função. Há quem recomende o uso de talco. No entanto, a tática não é aconselhada pelos dermatologistas, porque o produto não foi formulada para esse fim e pode se acumular na raiz, obstruindo os poros.

Sugestão de produtos: aposte em shampoos e condicionadores específicos para o seu tipo de cabelo e que nutrem desde a raiz, como o Shampoo Suave Jasmim E Óleos Essenciaisque tem uma espuma suave e com o pH balanceado que não causa o ressecamento o couro cabeludo; Shampoo Clear Limpa & Purifica, um anticaspa que limpa os cabelos profundamente; ou o Shampoo Seda Pureza Refrescante,  feito com chá verde, extratos cítricos e sem sal, que remove todos os resíduos e purifica os fios.

Insira um @ no email informado
Você agora está inscrito na newsletter de All Things Hair.