Está sofrendo com a caspa? Saiba as causas e como controlar o problema

Você sabe o que faz a caspa aparecer? Entender de onde vem o problema é o primeiro passo para se livrar dos indesejados pontinhos brancos.

Quem sofre com caspa sabe: esse problema tão pequeno de tamanho pode ser na verdade um grande incômodo no dia a dia. Afinal, ninguém merece passar o dia com coceira na cabeça e ver seus fios preenchidos por pontinhos brancos. O que pouca gente desconfia é que, na verdade, a caspa é apenas um nome popular para uma doença crônica chamada seborreia ou dermatite seborreica. “Ela se caracteriza por vermelhidão e descamação nas regiões de maior atividade das glândulas sebáceas, como a porção central da face, couro cabeludo e parte central do tórax”, explica a dermatologista Carla Albuquerque, de São Paulo.



Como identificar a caspa?



Segundo a especialista, os sintomas da caspa variam de acordo com a intensidade da doença, que pode ser mais branda ou mais forte. “Em quadros mais leves, há uma descamação fina e pouca (ou nenhuma) coceira. Já em quadros mais graves, a descamação é mais intensa e grossa, acompanhada de vermelhidão e irritação do couro cabeludo”, afirma.

modelo de o que causa a caspa
O que pouca gente desconfia é que, na verdade, a caspa é apenas um nome popular para uma doença crônica chamada seborreia ou dermatite seborreica.

A caspa também costuma ser mais comum nos homens, com maior incidência na faixa etária entre 18 e 40 anos. “Uma explicação para essa diferença pode estar relacionada aos hormônios masculinos, os androgênios, que estimulam a produção de sebo pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo e favorecem a dermatite seborreica”, ressalta Carla.

O que causa a caspa?

É a pergunta que não quer calar. Apesar de todos os estudos no assunto, a verdade é que a doença ainda não possui causas exatas totalmente esclarecidas. Mas já dá para saber muito! “Sabe-se que há uma predisposição genética para desenvolvê-la, assim como participação de um fungo chamado malassezia”, aponta Carla Albuquerque.

A dermatologista enfatiza também que estresse e fadiga, sintomas típicos da vida urbana moderna, também agem como fatores desencadeantes ou de piora. “Na mulher, a descamação do couro cabeludo também pode ser influenciada por alterações hormonais”, lembra a dermatologista Bel Takemoto, de São Paulo. Para ela, o clima mais seco das estações de outono e inverno também se inclui em dos muitos fatores relacionados à causa da caspa.

E como acabar com a caspa?

Aqui vai uma má notícia: é impossível acabar com a caspa por completo. Por ser considerada uma doença crônica, ela tende a voltar de tempos em tempos, em maior ou menor grau. “Não é possível erradicá-la, mas sim controlá-la”, reforça Carla Albuquerque. E isso se dá pela combinação certeira de tratamento disciplinado e produtos específicos.

O primeiro passo começa pelo banho: nada de usar água muito quente ou aplicar produtos pesados, como o condicionador, na raiz dos fios. Isso só vai contribuir para a piora da descamação. Para tratar o couro cabeludo, você vai precisar de um bom shampoo anticaspa, de preferência com ativos antifúngicos e queratolíticos (como o ácido salicílico ou piritionato de zinco) na fórmula. “Comece o banho aplicando o produto na raiz e deixe agir de 3 a 5 minutos. Enquanto isso, use outro shampoo, de acordo com o tipo de cabelo, ao longo dos fios. Enxague os dois juntos. Assim, não se corre o risco de os cabelos ficarem ressecados”, recomenda Carla Albuquerque.

Infográfico sobre caspa
.

Para casos mais graves, junto com o shampoo anti-caspa, também podem ser indicadas loções de tratamento, além de medicamentos de uso oral, aplicação de aparelhos de alta frequência e até laser de baixa potência. Contudo, para ambos os casos, é sempre importante lembrar: apenas um médico dermatologista poderá avaliar o grau da sua caspa e recomendar o tratamento mais apropriado. “As pessoas devem evitar medicações caseiras ou tratamentos receitados por leigos”, reforça a dermatologista Bel Takemoto.

Sugestão de produtos

Para prevenir e controlar o problema da caspa, é preciso usar produtos específicos. Por isso, sugerimos a dupla Shampoo Clear Hidratação Intensa e Condicionador Clear Hidratação Intensa, que ajuda a ativar a camada de proteção do couro cabeludo, hidratando os fios. Outra boa opção de Clear para os homens é o Shampoo Clear Men Controle e Alívio da Coceira.

Se você quer um produto para usar diariamente, então recomendamos o Shampoo Clear Women Anticaspa Detox Diário, que tem complexo de superverdes, composto por chá verde, pepino, kiwi e a tecnologia anticaspa de Clear em sua fórmula e colabora na remoção das toxinas e na nutrição do couro cabeludo.