Afinal, descolorir o cabelo depois de pintar é seguro?

Todas as respostas estão aqui!

Descolorir o cabelo depois de pintar não é a melhor forma de clareá-lo. Como os fios já estão coloridos, o ideal é optar pela decapagem, procedimento que remove os pigmentos de tintas permanentes, tonalizantes e outros resíduos de químicas anteriores, preparando-os para receber uma nova coloração. A seguir, explicamos tudinho sobre descolorir cabelo depois de pintar!

Você tingiu o cabelo, mas agora quer descolori-lo, e aí surge a tal dúvida se você pode realizar o procedimento. No receio de os fios sofrerem muitos danos com a descoloração, muita gente acaba passando outra tinta para clarear o fio escuro tingido, provocando um problema maior ainda.

O resultado dessa ação precipitada pode acarretar em um cabelo manchado e fora da tonalidade que você queria. O que fazer para resolver esse problema? A melhor maneira, como comentamos, é escolher a decapagem dos fios.

O que é decapagem? Como fazer?

Já sabemos que “tinta não clareia tinta”, e então a decapagem é uma técnica que pode resolver os seus problemas. Se você quer descolorir o cabelo depois de pintar, o melhor é optar por fazer esse procedimento nos fios, que é capaz de clareá-los.

A decapagem consegue remover os pigmentos das tintas permanentes ou temporárias presentes nas fibras capilares. Esse procedimento é indicado para cabelos escuros, como preto e ruivo. Em alguns casos, será necessário fazer mais de uma sessão de decapagem dos fios. Quem tem o tom loiro não precisa, pois esse tipo de fio possui poucos pigmentos.

Pode descolorir o cabelo e pintar no mesmo dia?

Digamos que você tenha cabelos virgens e escuros e decidiu descolorir os fios para, depois, pintá-lo de rosa, por exemplo. Ou, então, por algum motivo, não gostou do resultado da descoloração. Nesse caso, você pode descolorir e pintar no mesmo dia, seja com uma coloração permanente ou tonalizante.

Mas lembre-se de que, se o seu cabelo já for tingido, o melhor mesmo é fazer a decapagem. Outro ponto importante é que ambos os procedimentos agridem bastante o cabelo – e, por isso, será necessário caprichar no tratamento em casa e no salão. Além disso, é importante que o cabeleireiro faça um teste de mecha para verificar o estado do seu cabelo e ter a certeza de que ele suporta esses procedimentos químicos.

Descolori o cabelo. Depois de quanto tempo posso pintar?

Como comentamos no tópico anterior, você pode fazer os dois procedimentos no mesmo dia – mas com a consciência de que ambos são agressivos e podem deixar os fios ressecados e porosos. A dica é a mesma: reforce o ritual de cuidados e peça ao seu cabeleireiro para checar a saúde do seu cabelo antes de submetê-los às químicas.

Precisa descolorir o cabelo para pintar de loiro?

Tudo depende da cor base dos seus fios e do tom que você deseja atingir. Nesse momento, vale lembrar da regrinha da colorimetria de que só é possível clarear até três tons. Se você tem os cabelos virgens com tonalidade escura e faz questão de ficar platinada, será preciso fazer a descoloração. Mas, se desejar um loiro mais escuro, pode ser que o processo seja um pouco menos agressivo – ainda que tenha que ser feito.

O mesmo vale para cabelos mais claros, que conseguem ser descoloridos com mais facilidade. O segredo é fazer esse clareamento aos poucos, para não debilitar os fios e dar o tempo que as madeixas precisam para se recuperar.

E, claro: se os seus fios já forem coloridos, lembre-se de que será preciso recorrer à decapagem em vez da descoloração.

O que é preciso para descolorir o cabelo?

Água oxigenada e pó descolorante, basicamente – uma vez que o primeiro ingrediente não é capaz de clarear os fios sozinho. Além disso, antes mesmo de partir para a descoloração, é importante investir em tratamentos que fortaleçam e preparem o cabelo para receber a química. Isso porque ele precisa estar 100% saudável e resistente o suficiente para ser descolorido. Isso pode ser avaliado com um teste de mecha feito no salão.

Como descolorir o cabelo com água oxigenada?

  • Depois de escolher a volumagem da água oxigenada (pode ser 10, 20, 30, 40…), misture 1 medida de descolorante para 1,5 de água oxigenada em um recipiente até chegar à uma consistência homogênea. No entanto, é sempre válido ler as indicações do produto antes de começar, já que algumas marcas podem indicar proporções diferentes.
  • Com a ajuda de um pincel, aplique a mistura nos fios, mecha por mecha. Deixe-a agir e cheque a cada cinco minutos se o cabelo atingiu a cor desejada – sem deixar ultrapassar o limite de 30 minutos.
  • Enxágue o cabelo com água fria e lave com seu shampoo e condicionador.

É sempre importante lembrar que o ideal mesmo é fazer esse tipo de procedimento com seu cabeleireiro de confiança. Como o método agride os fios, é preciso garantir que seja feito com total segurança.

O que fazer se o cabelo ficar ressecado?

Tanto a decapagem quanto a descoloração são processos bastante agressivos que agem dentro da fibra capilar. Se houver alguma reação negativa entre as químicas, o tempo de despigmentação for ultrapassado ou qualquer outro tipo de problema ocorrer durante o processo, o cabelo pode ficar ressecado e muito poroso.

Para reverter esse quadro e até mesmo depois de fazer qualquer um dos procedimentos, será necessário caprichar na rotina de hidratações e até reconstruções. Vale conversar com seu cabeleireiro para, juntos, criarem um cronograma completo de cuidados para os seus fios.

Próximo

Sugestão de produtos

Sugerimos o shampoo e condicionador TRESemmé TRESplex Regeneração, que são indicados para cabelos muito danificados que passaram por procedimentos químicos, como descoloração. O resultado são fios reparados, muito macios e sem frizz!

Para completar o ritual de cuidados, nossa indicação é a máscara da mesma linha, que deve ser usada antes do shampoo para reforçar a proteína capilar e garantir mais resistência aos fios.