Descolorir cabelo com progressiva: é possível?

All Things Hair | 08 setembro 2016

Os dois processos são agressivos para os cabelos, mas há como conciliá-los, sim.

 

Você quer ficar loira, mas o cabelo já foi alisado com progressiva. Bate aquela dúvida: será que os fios aguentam? Para dar certeza, só mesmo deixando um cabeleireiro analisar seu cabelo  e dar o veredito personalizado. Quando se trata de química, cada caso é um caso. Mas, no geral, a resposta é animadora: descolorir cabelo com progressiva é possível, sim!

Descolorir cabelo com progressiva: só no salão

Antes de tudo, é importante avisar: não tente fazer isso em casa. O cabelo com progressiva ganha uma selagem que dificulta o clareamento. “Por isso, fica mais difícil conseguir um tom de loiro bem claro”, avisa o colorista Rodrigo Silva, do salão Novo Arte, em São Paulo.

O processo se torna ainda mais desafiador em cabelos crespos, que foram submetidos à progressiva. “Fios crespos são mais frágeis, por isso, é preciso cuidado especial, usando um oxidante menos forte neles, por exemplo”, explica Rodrigo. Além disso, é preciso atenção para acertar o tempo certo em que o produto age no cabelo. Isso é difícil de ser feito em casa.

“Já o cabelo relaxado, não dá para descolorir”, sentencia o colorista. A química usada para relaxar é incompatível com que torna os fios mais claros, o que pode causar danos intensos e irreversíveis ao cabelo. O pior deles, é o “corte químico”, quando o choque entre duas substâncias incompatíveis faz com que a haste capilar se quebre. Em outras palavras: o cabelo pode cair! Isso é muito sério.

Como cuidar do cabelo

Que é possível descolorir o cabelo com progressiva, já deu para entender. Mas e quanto aos cuidados? Quem opta por conciliar essas duas químicas nos fios, precisa estar disposto a uma rotina de beleza mais intensa, com hidratação e nutrição regulares.

Embora uma das mais aclamadas qualidades da progressiva seja sua praticidade (por libertar muitas mulheres do secador e da chapinha), não vai ser o suficiente lavar o cabelo e sair por aí para manter o  cabelo bonito e saudável. É recomendável seguir um cronograma capilar, para fortalecer os fios, além de recorrer a tratamentos de salão, pelo menos, nas primeiras semanas.

Sugestão de produtos: Creme De Tratamento Seda Ceramidas,   Óleo Nexxus Oil InfiniteDove Pure Care Dry Oil, que ajudam a conquistar nutrição e hidratação profundas. 

Qual fazer primeiro?

Se você tem o cabelo virgem e busca uma mudança radical, querendo ficar loira e com fios lisos ao mesmo tempo, é bom pensar em qual procedimento fazer primeiro. É verdade que, como vimos, a progressiva dificulta o clareamento dos fios, e esse pode ser um motivo para descolorir primeiro. Especialmente se a intenção for deixar o cabelo bem claro.

Entretanto, o alisamento é mais agressivo do que a descoloração. Olhando por esse lado, é melhor expor os fios virgens (mais fortes e saudáveis) a esse procedimento. Os cabelos já descoloridos sempre são mais frágeis e danificados. E ficam mais propensos a aumentar a extensão dos danos se receberem uma química forte como a da progressiva.

Não há uma ordem obrigatória. Por isso é importante conversar com seu cabeleireiro de confiança para que ele avalie o que é melhor para você. Em geral, qualquer que seja o procedimento escolhido para ser feito primeiro, é indicado que haja um intervalo de algumas semanas entre um e outro. E, claro, caprichar na hidratação antes, durante e depois de descolorir e fazer a progressiva. Assim, além de loiro e liso, o cabelo vai ficar lindo.