Como recuperar cabelos descoloridos

Cronograma capilar, ajuda de um bom profissional e mudança de hábitos fazem parte da receita. 

Quando se fala em recuperar os cabelos descoloridos, significa que, por alguma razão está danificado. A descoloração é um processo que sempre afeta o cabelo e o danifica em algum grau. Contudo, os métodos para torná-lo novamente lindo e saudável vão ser escolhidos de acordo com a intensidade dos danos. Para avaliar e reverter esse quadro, na maior parte das vezes, é importante contar com um profissional de confiança, ok?

Dicas para recuperar cabelos descoloridos

Interrompa o clareamento

Para começar, pare de descolorir os fios por um tempo. Esse é um passo que pode ser difícil para as viciadas em tons claros, mas é um ruptura de hábito imprescindível para que o cabelo dê os primeiros sinais de recuperação. Caso contrário, não adianta investir tempo e dinheiro em tratamentos, se a razão de ele ter sido fragilizado não é cortada. Ok?

Procure um profissional

Descolorir o cabelo em casa é desaconselhável. O processo não se limita à escolha das substâncias químicas. Seu sucesso depende também de quanto do produto utilizar e, ainda, do tempo de permanência dele nos fios. Ou seja: são muitos fatores ao mesmo tempo e alguém que não seja especialista dificilmente conseguirá cuidar de todas as variantes de forma segura.

Se não for cuidar, é melhor nem fazer -- Rodrigo Silva

Além de escolher um bom profissional, é fundamental não esconder nenhum dado dele. “É possível descolorir cabelo com progressiva, mas com relaxamento, não”, diferencia o colorista Rodrigo Silva, do Novo Arte. A incompatibilidade da química utilizada no relaxamento e a usada para descolorir pode causar o corte químico. Isso é, quando duas substâncias conflitantes são aplicadas nos fios e, por reação, ocasionam a quebra deles. Mechas do cabelo caem. É um drama.

Mulher loira com jaqueta azul, ao ar livre.
Um passo importante é parar de descolorir o cabelo, por um tempo, até recuperá-lo. | Foto: Dvora

 

Cronograma capilar

Se o cabelo está só um pouco diferente, com pontas com tendência a nós e um pouco de frizz, provavelmente, o cronograma capilar será o suficiente para resolver o problema. Esse programa, a ser seguido durante um mês inteiro, com bastante disciplina, traça metas de hidratação, nutrição e reconstrução dos fios.

Sugestão de produtos para o cronograma: Creme De Tratamento Seda Ceramidas,  Óleo Nexxus Oil Infinite e Dove Pure Care Dry Oil, que ajudam a conquistar nutrição e hidratação profundas.

Passe a tesoura

Em maior ou menor grau, o dano em cabelos descoloridos sempre se apresenta  de modo mais intenso nas pontas. É nessa parte do cabelo que o estrago se torna mais explícito, com pontas duplas, quebradas, ressecadas e desfiadas, como resultado do corte químico (temível reação sobra a qual falamos mais a seguir).

Então, outra medida para ajudar a recuperar a beleza do cabelo é cortar as pontinhas (às vezes, não só as pontinhas, mas uma bela parte do cabelo). Mesmo se for apegada ao comprimento, vale a pena repensar esse apego, se as pontas estiverem em um estado muito ruim. Não adianta ter cabelo comprido e mal tratado, certo? E ele vai crescer mais saudável, dessa forma.

Mudança de hábitos

Lava o cabelo todos os dias? Costuma usar shampoo antirresíduo? Não passa um dia sem chapinha ou modelador de cachos? Lava o cabelo com água superquente? Apenas deixe de fazer isso tudo. Por mais sacrificante que seja, pense que é por uma ótima causa: fazer com que seu cabelo descolorido se recupere.

Naturalmente, o cabelo é hidratado pelo sebo produzido no couro cabeludo. Lavar o cabelo diariamente, caso ele esteja fragilizado, torna mais difícil esse processo. Os fios danificados têm têm tendência ao ressecamento. Ao usar o shampoo antirresíduos, essa característica pode ser agravada, por isso, é importante evitar o produto nessa fase.   

Prevenção é sempre a melhor aposta

Se futuramente for descolorir o cabelo novamente, não deixe de procurar um ótimo profissional, que irá cuidar do cabelo antes, durante e depois. A hidratação preventiva fortalece o cabelo. E ela pode ser a diferença entre um cabelo saudável e outro extremamente danificado. “Se não for cuidar, é melhor nem fazer”, conclui Rodrigo Silva.