A origem dos cortes e penteados masculinos da moda

Juliana Tozzi
×

Você sabe de onde vieram os penteados masculinos que hoje são tendência? Descobrimos as origens do coque samurai, pompadour, moicano, razor part e undercut.

Os penteados masculinos do momento não surgiram da noite para o dia. Eles têm muita história para contar. Fomos atrás das origens capilares de cinco deles que você pode conferir listados abaixo:

A origem dos penteados masculinos da moda

Pompadour

O pompadour é caracterizado pelo corte gradual dos lados e bem alto no topo da cabeça, recuando seu movimento até a parte de trás. No entendo, esse penteado adorado por muito homens é originário do penteado da Madame de Pompadour, uma figura emblemática dos idos de 1700, amante do Rei Luis XV da França.

Historiadores apontam que as mulheres usavam o topete para distinção de status social: a nobreza era equivalente ao tamanho e altura do topete. Apenas da década de 1940, o visual foi adaptado para o público masculino.Vários artistas e cantores dos anos 50 popularizaram o pompadour, que recebeu variações, modificações e repaginações ao longo dos anos e aparece em alta novamente.

Coque samurai

A origem do coque samurai ou top knot, como o próprio nome sugere, é antiga. O estilo que foi usado pelos guerreiros japoneses durante o Período Edo – que durou de 1603 a 1869 – e era composto pela parte de cima da cabeça raspada com as laterais mais curtas e um rabo de cabelo na parte de trás. Este, era besuntado em um óleo e amarrado com um fio no topo da cabeça. Segundo a lenda, o “chonmage”, o nome em japonês desse tipo de penteado, era exclusivo dos guerreiros samurai e simbolizava sua honra

Porém, diferente do que podemos achar, não eram apenas os samurais japoneses que utilizavam tal estilo de cabelo: os guerreiros vikings escandinavos e os bárbaros europeus também se utilizavam de tal artimanha. E não era algo estético apenas: amarrar o cabelo no alto da cabeça ou na nuca permitia que os guerreiros se movimentassem sem que o mesmo os atrapalhasse.

Undercut

A maneira mais simples de definir o undercut é um cabelo curto dos lados e grande em cima. A beleza do rebaixado está na simplicidade e nas variações de penteado que ele permite. É um corte que traz influências desde os cortes militares e também da década de 1950 e do estilo rockabilly, marcado pelos topetes e cabelos brilhantes fixados com gel.

Moicano

Moicano é um dos penteados masculinos que dificilmente saem de moda. Sua origem vem de Mohawk, que é o nome de uma tribo de indígenas iroqueses da América do Norte, que habitava a região do vale do rio Hudson, em Nova Iorque, Estados Unidos. Eles se tornaram, mais tarde, parte do que é hoje conhecido como a “liga da paz e poder”.

Esses indígenas costumavam usar seus cabelos presos no topo da cabeça e decorados, mas o efeito de “dentes de pente”, o efeito era obtido era obtido sem a raspagem da parte posterior da cabeça. O estilo, todavia, só se popularizou com o filme americano “Ao rufar dos tambores”, de 1939.

Razor part

O razor part é um dos penteados masculinos que fez sucesso na década de 30, quando os homens andavam impecáveis, com aqueles cabelos extremamente alinhados e lustrosos. Ele foi criado a partir de uma forte influência militar, pelas suas laterais raspadas que agregam uma “risca” lateral bem acentuada feita com navalha. E é justamente essa risca  que deu origem ao nome do corte razor part, que traduzido a grosso modo significa partido pela navalha.

Sugestões de produtos

A hora da lavagem dos cabelos desempenha um papel fundamental na saúde e nutrição dos fios. Sugerimos o uso do Dove Men+Care Shampoo 2 em 1 Força Resistente, que une a função de shampo e condicionador num só produto. Caso queria estilizar os fios, experimente o TRESemmé Spray Texturizador Expert Perfeitamente (des)Arrumado. Para dar acabamento hidratante, indicamos o Dove Óleo Pure Care Dry Oil.

Continuar lendo