Oleosidade: couro cabeludo masculino também sofre com o problema

All Things Hair | 19 março 2016

Oleosidade: couro cabeludo masculino também pode ser atingido pelo problema. Saiba como controlar!

O couro cabeludo excessivamente oleoso é um problema que atinge muitas mulheres, mas os homens também vivem esse drama. Aliás, é possível dizer que ele é ainda mais comum entre o público masculino. A explicação está nos hormônios, que fazem com que o cabelo masculino cresça mais rápido e seja mais resistente e brilhoso. Por outro lado, ele é mais facilmente acometido pela oleosidade e também pela calvície.

A cada dia, os homens passam a se preocupar mais com a autoimagem. Diferentemente do que acontecia no passado, eles não querem sair por aí exibindo um cabelo pesado, muitas vezes com caspa, por conta do excesso de oleosidade. Por isso, vivem em busca de maneiras para evitar o problema. Alguns truques simples podem ajudar.

Oleosidade: couro cabeludo masculino pode ter gordura controlada

O primeiro passo para acabar com a oleosidade excessiva no couro cabeludo está na lavagem dos fios, que deve ser feita em dias alternados, se os fios forem crespos ou cacheados. Além de diminuir a oleosidade, a frequência de higienização ajuda a evitar a caspa, a seborreia e outras doenças do couro cabeludo.

Lavar os cabelos com produtos adequados também é essencial para garantir o controle da produção de sebo em excesso pelas glândulas capilares.

Portanto, se você ainda faz parte do grupo que lava os cabelos com sabonete ou usa qualquer shampoo que estiver disponível no box, seja ele da namorada, da mãe, da irmã ou do sobrinho, saiba que é extremamente importante escolher um shampoo adequado para o seu tipo de fio.

Termine a lavagem com um condicionador, que também deve ser específico, e enxágue bem, já que o acúmulo de resíduos favorece glândulas sebáceas desreguladas.

Aposte no shampoo anti-caspa

Um couro cabeludo excessivamente oleoso está mais propenso a desenvolver algumas dermatites, entre elas a indesejável caspa, que nada mais é do que uma descamação associada à coceira.

A caspa não é contagiosa e pode ser causada por diversos fatores, entre eles, a oleosidade do couro cabeludo, o estresse, a pele ressecada, a variação hormonal e a diminuição da imunidade corporal, entre outros.

Para combater essa condição, a melhor opção é o uso de um shampoo anti-caspa de qualidade. Esses produtos possuem ativos específicos, capazes de diminuir a oleosidade, de remover a descamação (os constrangedores pontinhos brancos) e de eliminar eventuais fungos ou bactérias que possam estar em desequilíbrio no couro cabeludo.

Use água fria e tenha outros cuidados

Ao lavar os cabelos, sempre dê preferência à água fria ou, no máximo, morna. Isso porque a água muito quente aumenta a atividade das glândulas sebáceas presentes no couro cabeludo, o que aumenta a oleosidade no local e, por consequência, a incidência de caspa e oleosidade nos fios.

Opte sempre por finalizadores específicos para o seu tipo de fio e evite passá-los próximo da raiz dos cabelos, para não deixá-los ainda mais oleosos. Evite também usar bonés e chapéus excessivamente. Se estiver com os fios úmidos, então, eles estão proibidos.

Os acessórios, ainda que muito populares entre o público masculino, acabam abafando o couro cabeludo, o que acentua problemas como caspa e calvície, além de ajudar a acumular sujeira, junto com o suor, o que aumenta a oleosidade. Isso pode até levar à queda dos fios.

Por fim, lembre-se de cuidar melhor da sua alimentação. Tudo o que você coloca no prato é importante para a saúde, de forma geral, e também para a saúde dos cabelos. Dessa forma, invista em uma dieta balanceada, rica em verduras, legumes, frutas e cereais.

Sugestões de produtos:Shampoo Clear Men Limpeza Diária 2 Em 1 auxilia na criação da camada de proteção natural do couro cabeludo contra a caspa. Pra quem usa ou usou o boné por muito tempo, indicamos o Creme de Pentear Dove Men+Care Força e Controle. E na hora de finalizar o penteado, nossa dica é o Spray Texturizador TRESemmé Expert Perfeitamente (Des)arrumado.

(Artigo publicado originalmente em MeuCrespo.com.br)